Conecte-se conosco

Ações

CSN compra Lafarge Holcim

Filipe Andrade

Publicado

em

CSN compra Lafarge Holcim

A CSN (CSNA3) divulgou fato relevante sobre a aprovação do CADE da compra da Lafarge Holcim (Brasil) S.A. Além disso, a aquisição se dará pela sua controlada CSN Cimentos.

Ainda mais, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica julgou, nesta quarta-feira (17/08), e diante dos critérios analisados, a autarquia concluiu que a operação não gera preocupações concorrenciais.

O processo de aquisição da Lafarge pela CSN Cimentos teve início em 10 de setembro de 2021. Do mesmo modo, a empresa manterá seus acionistas e mercado em geral devidamente informados sobre o fechamento da Operação.

Segundo a empresa, a referida aquisição adicionará uma capacidade produtiva de 10,3 milhões de toneladas por ano à da CSN Cimentos. Nesse sentido, isso se dará por meio de plantas de cimentos, bem como substanciais reservas de calcário de alta qualidade e unidades de concreto e agregados.

Ainda, são esperadas relevantes sinergias operacionais, logísticas, de gestão e comerciais, em linha com a estratégia de crescimento do negócio de cimento da Companhia.

Quer saber como investir em ações? Participe do curso “Como Investir em Ações da Bolsa Brasileira de Forma Simples”, que será realizado no dia 27 de agosto de 2022 de 09h às 12h.

CSN compra Lafarge Holcim que está em 70 países

A CSN Cimentos pertence à Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), grupo que atua em toda a cadeia produtiva do aço. Nesse sentido, os negócios vão desde a mineração de minério de ferro, até a produção e comercialização. A companhia também age na cadeia produtiva de cimento, por meio de sua planta de moagem. Essas plantas estão localizadas no município de Volta Redonda (RJ) e de fábrica integrada, localizada no município de Arcos (MG).

Já a LafargeHolcim Brasil, por sua vez, é atualmente controlada pelo Grupo Holcim. Do mesmo modo, o grupo possui unidades em mais de 70 países e tem como principal serviço a fabricação de cimento, concreto e agregados para a construção civil.

CSN e suas aquisições

Companhia Siderúrgica Nacional CSN (CSNA3) arrematou no dia 29 de julho de 2022 a empresa geradora de energia elétrica gaúcha CEEE-G. Além disso, o leilão de privatização foi em concorrência com a Auren Energia (AURE3) em pregão no modo viva voz.

Nesse sentido, a negociação foi realizada pela sua subsidiária Companhia Florestal do Brasil, e a CSN ofereceu R$ 928 milhões pela geradora hidrelétrica, um ágio de 10,93% sobre o preço mínimo de R$ 836,9 milhões definido em edital.

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) (CSNA3), adquiriu integralmente a Companhia Energética Chapecó, possuidora dos direitos de exploração da usina hidrelétrica Quebra-Queixo, localizada em Santa Catarina.

A princípio, o valor da operação foi de aproximadamente 430 milhões de reais.

Continue lendo