Conecte-se conosco

Comunicados ao mercado

CSN (CSNA3) arremata a gaúcha CEEE-G

Filipe Andrade

Publicado

em

CSN vence o leilão de compra da gaúcha CEEE-G

A Companhia Siderúrgica Nacional CSN (CSNA3) arrematou no dia 29 de julho de 2022 a empresa geradora de energia elétrica gaúcha CEEE-G. Além disso, o leilão de privatização foi em concorrência com a Auren Energia (AURE3) em pregão no modo viva voz.

Nesse sentido, a negociação foi realizada pela sua subsidiária Companhia Florestal do Brasil, e a CSN ofereceu R$ 928 milhões pela geradora hidrelétrica, um ágio de 10,93% sobre o preço mínimo de R$ 836,9 milhões definido em edital.

Ainda mais, o lance vitorioso da companhia foi para aquisição de ações representativas de
66,23% da Companhia Estadual de Geração de Energia Elétrica – CEEE-G.

Adicionalmente, o lance ultrapassou a última proposta enviada pela Auren Energia, do grupo Votorantim e do CPPIB, que havia oferecido cerca de R$ 927 milhões.

Entretanto, a liquidação da Aquisição Ações CEEE-G está condicionada à prévia verificação de certas condições como aprovação por parte das autoridades concorrenciais e regulatórias, entre outras.

O vencedor do leilão deverá pagar uma taxa de concessão mínima de R$ 1,66 bilhão para novos contratos de concessão de 30 anos e mudanças do regime de cotas para produtor independente.

Segundo o Diretor Executivo de Finanças e de Relações com Investidores, Marcelo Cunha Ribeiro, a CSN adquiriu a CEEE-G com o objetivo suportar e fortalecer a estratégia de
expansão dos negócios da CSN.

Além de fortalecer também suas controladas, através de investimentos em energia renovável em busca pela autossuficiência em energia elétrica para maior competitividade.

Outras aquisições da CSN

A CSN (CSNA3) comunicou ao mercado a compra da Santa Ana Energética da Brazil Power. Enquanto a companhia siderúrgica viu seu consumo energético aumentar, sobretudo na divisão da CSN Cimentos, a aquisição faz parte de seu plano estratégico. Além da hidrelétrica de Santa Ana, também está prevista a hidrelétrica de Sacre.

Além disso, ela também  adquiriu integralmente a Companhia Energética Chapecó, possuidora dos direitos de exploração da usina hidrelétrica Quebra-Queixo, localizada em Santa Catarina.

A princípio, o valor da operação foi de aproximadamente 430 milhões de reais.

Continue lendo