Conecte-se conosco

Ações

Ibovespa cai aos 116 pontos e acompanha queda internacional

Publicado

em

ibovespa cai aos 116 mil pontos

O índice da bolsa brasileira, o Ibovespa, cai aos 116 pontos hoje. A queda foi de 1,16%, maior desde a última terça-feira (05/04), quando uma retirada em massa de investidores estrangeiros provocou queda na bolsa. As incertezas internacionais deram o tom hoje, com aumento da inflação no exterior e elevação da taxa de juros.

O IPCA de março segue impactando negativamente a bolsa brasileira, com um resultado pior do que o previsto pelo ministério. As principais ações que compõem o Ibovespa – isto é, Petrobrás, Vale, Itaú, Bradesco e B3 – tiveram quedas razoáveis. A campeã entre elas foi a B3 (B3SA3) com queda de 4,62%.

Já entre os destaques positivos a Braskem (BRKM5) segue em destaque com a proposta de venda anunciada. O ativo teve valorização de 1,88%, sendo a maior alta do dia. Enquanto isso, Ambev (ABEV3) e Cielo (CIEL3) ficaram na esteira com altas de 1,81% e 1,46%.

Por outro lado, entre as maiores quedas do dia estava o frigorífico BRF (BRFS3), com queda de 7,11%. Esse movimento vem junto da recomendação da Goldman-Sachs de “neutro” para “venda” do ativo. A recomendação veio na sequência da saída de dois grandes executivos da empresa, Carlos Alberto Bezerra de Moura (CFO) e Sidney Rogério Manzaro (Vice-diretor Brasil).

Ademais, os ativos Cogna (COGN3) e Weg (WEGE3) também tiveram queda – 5,65% e 4,55%, respectivamente.

Nota de falecimento Eduardo Guardia

Eduardo Guardia, 56, faleceu hoje. Ex-Ministro da Fazenda durante a gestão Temer e diretor do BTG Pactual Asset, Guardia atuou em diversos momentos da história econômica brasileira. Era formado Doutor em Economia pela USP e percorreu grandes instituições, como a GP Investimentos e a B3. Deixa a esposa, Maria Lúcia, 30; não tinham filhos. Instituições e amigos se manifestaram em solidariedade e lembranças. O velório será amanhã, 12/04, às 8:00, no Memorial Embu das Artes, em São Paulo.

Continue lendo