Conecte-se conosco

Ações

Mercado fecha em queda hoje com preço da gasolina e minério de ferro

Publicado

em

Imagem ilustrativa do movimento do mercado hoje, 15-03, fecha em queda

Hoje (15-03) o índice de mercado Ibovespa fechou em queda de 0,88% devido as oscilações de Vale (VALE3) e Petrobrás (PETR3), que pelo segundo dia seguido tiveram baixa. Tensões internacionais envolvendo a Guerra na Ucrânia e a falta de acordo entre Putin e Zelensky contribuiu para o fator. Preço do barril de petróleo Brent e aumento dos casos de Covid-19 na China também influenciaram ações.

O índice encerrou o dia nos 108 pontos, mas em seu pior momento do dia chegou a 107. Informação divulgada pelo Ministério da Economia esta tarde ajudou a segurar os preços: o fim do IOF sobre compra de dólar, fazendo este um câmbio livre entre as moedas.

Casos de Covid no mercado chinês

Ações de mineradoras foram o destaque negativo do dia com aumento dos casos de Covid-19 na China. Enquanto muitos analistas já viam o preço das commodities disparar devido ao conflito Rússia x Ucrânia, a ameaça de fechamento – mais uma vez – do mercado de Hong Kong aumenta o risco de empreendimentos que tenham o minério de ferro como base.

Disse me disse da gasolina

O preço do galão bret, índice que determina o preço do petróleo no país, teve queda de 30% desde o pico de U$ 139 o barril. O presidente Jair Bolsonaro criticou a política de preços implementada pelo atual presidente da Petrobrás, Joaquim Silva e Luna. Por outro lado, o ministro da economia, Paulo Guedes, afirmou que a paridade no preço da gasolina é necessária e que “só louco vai desparear”.

Governo anuncia fim do IOF para 2028

O Ministério da Economia anunciou que encerrará a cobrança de IOF sobre operações de câmbio até 2028. A medida econômica visa alinhar o Brasil ao Código de Liberação de Capitais da OCDE. Hoje a taxa para realizar as operações citadas é de 1,1%. Declaração animou o mercado hoje, 15-03.

A intenção é realizar uma redução gradual do imposto ao longo dos próximos seis anos. Movimento aumenta o fluxo de moeda estrangeira no país, por baratear custos para se investir no exterior e vice versa.

Continue lendo