Conecte-se conosco

Ações

Americanas tem prejuízo R$ 12,9 bi em 2022 e dívida vai a R$ 26 bilhões

Filipe Andrade

Publicado

em

Americanas tem prejuízo R$ 12,9 bi em 2022 e dívida vai a R$ 26 bilhões

Após quatro adiamentos e 11 meses do escândalo contábil, a Americanas (AMER3) divulgou, nesta quinta-feira (16), o balanço de 2022. Nesse sentido, o prejuízo atingiu R$ 12,912 bilhões, comparado aos R$ 6,237 bilhões de 2021, marcando um aumento substancial. A dívida líquida disparou para R$ 26,287 bilhões, um salto de 85% em apenas um ano.

O último balanço, referente ao terceiro trimestre de 2022, foi revelado em novembro do ano passado, mostrando uma perda acumulada de R$ 447 milhões até setembro, seis vezes maior em comparação com o mesmo período de 2021.

O endividamento, que era de R$ 5,3 bilhões até setembro do ano passado, cresceu cinco vezes, alcançando R$ 37 bilhões para todo o ano de 2022. A empresa também informou um endividamento de curto prazo de R$ 37 bilhões e despesa financeira de R$ 5,2 bilhões.

Outros números da Americanas

O Ebitda recorrente apresentou um resultado negativo de R$ 2,927 bilhões em 2022. O caixa da empresa encerrou o ano em R$ 6 bilhões, enquanto o capital de giro ficou em R$ 2,5 bilhões, uma piora de R$ 1,2 bilhão. A receita líquida, por sua vez, atingiu R$ 25,809 bilhões, representando um aumento de 14,6% em um ano.

Diante desses números, a prioridade agora é negociar com os credores para salvar a empresa. As demonstrações contábeis tornam-se cruciais para que os credores compreendam a viabilidade operacional das Americanas. Um banqueiro, que analisará os números com atenção, destaca a importância de examinar as aplicações do endividamento e os níveis de alavancagem.

Após o rombo revelado em 11 de janeiro, a divulgação do balanço foi adiada várias vezes, inicialmente para março, depois para agosto, outubro e, por fim, para 16 de novembro.

Adiamento da divulgação do Balanço

O anúncio do balanço da Americanas (AMER3) havia sido adiado, causando preocupação no mercado financeiro. A princípio, agendada para esta segunda-feira, 13, a divulgação dos resultados relativos a 2022 foi postergada. A empresa assegura que os dados serão disponibilizados até quinta-feira, 16. Além disso, também está programada uma teleconferência com investidores, cujo horário ainda será confirmado.

Continue lendo