Conecte-se conosco

Ações

Banco do Brasil vai distribuir R$ 953,72 milhões; veja condições

Filipe Andrade

Publicado

em

Banco do Brasil vai distribuir R$ 953,72 milhões; veja condições

O Banco do Brasil (BBAS3) divulgou fato relevante sobre a aprovação do pagamento de JCP no valor total de R$ 953,72 milhões. Além disso, a reunião da diretoria realizada em 25 de agosto de 2023 aprovou a deliberação referentes aos resultados do exercício social do 3T23.

Bem como, o valor bruto unitário por tipo e classe de ação será de R$ 0,33419721437 por ação ordinária (ON). Ainda mais, o anúncio foi feito Vice-Presidente de Controles Internos e Gestão de Riscos, Felipe Guimarães Geissler Prince.

Entretanto, haverá retenção de 15% de imposto de renda na fonte.

Os Juros Sobre Capital Próprio (JCP) é uma das formas de uma empresa distribuir o lucro entre os seus acionistas, titulares ou sócios.

Banco do Brasil informa prazo para pagamentos

Segundo o Banco do Brasil, a data COM para ter direito aos proventos será em 11 de setembro. Entretanto, aqueles que compraram no dia 12 de setembro estarão negociando as ações na data EX.

Ainda mais, o banco estatal informou que o pagamento será realizado em 29 de setembro 2023. O valor é bruto e não isento de imposto de renda, conforme a legislação vigente.

Além do Banco do Brasil, as empresas Cemig (CMIG4)Copasa (CSMG3), (Bradesco (BBDC4)Santander (SANB11)Odontoprev (ODPV3) também anunciaram a distribuição de proventos aos acionistas.

Redução de taxa de juros por bancos estatais

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de diminuir a taxa Selic, que representa os juros básicos da economia, em 0,5 ponto percentual, levou os bancos públicos a anunciarem rapidamente taxas menores para o crédito consignado.

anúncio do Copom foi feito no final da tarde de quarta-feira (02/08). Nesse sentido, a Caixa Econômica e o Banco do Brasil divulgaram seus comunicados.

Ainda mais, a Caixa informou que reduziu as taxas de juros do Crédito Consignado para beneficiários e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de 1,74% para a partir de 1,70% ao mês. Por sua vez, o Banco do Brasil reduziu as taxas nas linhas de crédito consignado e automático, entre outras.

Continue lendo