Conecte-se conosco

Ações

Preços dos combustíveis: Petrobras revela reviravolta

Filipe Andrade

Publicado

em

Preços dos combustíveis: Petrobras revela reviravolta

A Petrobras (PETR4) confirmou, em comunicado ao mercado neste domingo (14), que está em discussão interna sobre alterações na política de preços dos combustíveis. Essas mudanças serão avaliadas pela diretoria executiva no início da semana. Nesse sentido, as alterações basear-se-ão em estudos técnicos e práticas de governança.

Além disso, na sexta-feira (12), o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, já havia anunciado que os preços dos combustíveis serão reavaliados nesta semana. Com isso, foi divulgado informações sobre a nova estratégia de preços.

É possível conquistar sua liberdade financeira em até 5 anos? Baixe nossa planilha gratuita e simule o que você precisa fazer para viver apenas do seus investimentosClique aqui e comece a transformar sua vida financeira hoje mesmo!

Preços dos combustíveis: O que diz o presidente da Petrobras (PETR4)

Segundo ele, o critério será buscar estabilidade em vez de volatilidade, evitando repetir cenários de ausência de reajustes como em 2006 e 2007, bem como a situação de 118 reajustes em um único combustível em 2017, que desencadeou a greve dos caminhoneiros.

Dessa forma, a Petrobras busca um equilíbrio entre a estabilidade dos preços e a volatilidade do mercado. Nesse sentido, estão sendo avaliadas abordagens alternativas para a definição dos valores do diesel e da gasolina.

A discussão interna reflete o interesse da Petrobras em atender tanto às demandas da empresa quanto dos consumidores, considerando fatores técnicos, econômicos e sociais.

Em breve, a diretoria executiva tomará uma decisão, levando em conta os estudos realizados e as práticas de governança. A expectativa é que a nova estratégia contribua para um cenário mais estável e previsível nos preços dos combustíveis, conciliando as necessidades do mercado com os interesses da companhia.

Preço da gasolina: Petrobras surpreende com decisão

Petrobras (PETR4) reafirma seu compromisso com preços competitivos. Em resposta a notícias divulgadas na mídia sobre uma possível redução de R$ 0,30 no preço da gasolina, a empresa esclareceu sua postura. Com isso, em comunicado na quarta-feira (10), a empresa afirmou que os ajustes de preços são parte do curso normal de seus negócios. Além disso, essas alterações são resultado do monitoramento contínuo dos mercados.

Ainda mais, a estatal, sem confirmar ou negar a redução, ratificou seu compromisso com preços em equilíbrio com o mercado nacional. Para isso, realiza análises diárias, considerando as cotações internacionais e seu market share, entre outras variáveis. Dessa forma, a Petrobras observa sempre as práticas de governança e os procedimentos internos aplicáveis.

Continue lendo