Conecte-se conosco

Ações

Coteminas: Ações saltam 200% após acordo com Shein

Filipe Andrade

Publicado

em

Coteminas: Ações saltam 200% após acordo com Shein

A Coteminas (CTNM4), empresa têxtil cujas ações geralmente têm baixo volume de negociação, teve uma explosão nas ações. Isso aconteceu, após a empresa assinar um acordo com a gigante chinesa Shein para aumentar a produção no Brasil. Ainda mais, as ações ordinárias CTNM3 subiram 199,5%, atingindo R$ 12,01. Do mesmo modo, as preferenciais (CTNM4) saltaram 195,87%, chegando a R$ 3,58.

Nesse sentido, o acordo foi anunciado na quinta-feira 20 de abril de 2023. Com isso, ele prevê que 2.000 dos clientes confeccionistas da empresa passem a ser fornecedores da Shein. Nesse sentido, o acordo visa atender aos mercados doméstico e latino-americano. Além disso, a parceria inclui financiamento para capital de trabalho e contratos de exportação de produtos para o lar.

Quer dar um salto em sua vida financeira e alcançar a tão sonhada independência financeira? Então, baixe agora mesmo nossa planilha exclusiva que vai te ajudar a organizar suas finanças de uma forma simples e eficiente. Com ela, você poderá ter um controle total dos seus gastos, planejar seus investimentos e aumentar seus ganhos de forma estratégica. Não perca mais tempo e faça o download gratuito agora mesmo. Clique aqui e comece a transformar sua vida financeira hoje mesmo!

Governo brasileiro havia anunciado taxação em compras internacionais

Contudo, na semana anterior, o governo brasileiro havia anunciado sua intenção de taxar as vendas de sites estrangeiros. Com isso, acabou levando à decisão da Shein de nacionalizar 85% das vendas em quatro anos, com produtos produzidos localmente. Ainda mais, a plataforma chinesa também anunciou que investiria cerca de R$ 750 milhões no setor têxtil brasileiro. Nesse sentido, a decisão pode gerar até 100 mil empregos indiretos no país nos próximos três anos.

Josué Gomes da Silva, atual presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), intermediou o acordo com a Shein. Ele participou de uma reunião do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, com representantes da Shein, que foi focada especialmente em fast fashion. Gomes da Silva sempre foi considerado próximo do ex-presidente Lula, tendo sido filho de José Alencar, vice-presidente do país durante os dois primeiros mandatos de Lula.

A decisão do governo brasileiro de taxar as vendas de sites estrangeiros levou a uma briga pela taxação das empresas asiáticas, que estão provocando concorrência desleal com as varejistas brasileiras. Josué teve um papel importante no acordo que culminou no anúncio da Shein de investir no mercado têxtil brasileiro, especialmente depois da polêmica sobre sonegação de impostos nas compras em sites estrangeiros que vendem para o Brasil.

Em resumo, a Coteminas e a Shein fecharam um acordo de produção local que resultou em uma grande valorização das ações da empresa têxtil, mostrando o potencial de crescimento do mercado de produção têxtil brasileiro.

Subsidiária da Coteminas quis realizar IPO

AMMO Varejo, subsidiária da Coteminas (CTNM4), que pertencia ao ex-presidente da república e já falecido o mineiro José de Alencar, divulgou no dia 29/07/2021 que pretendia realizar seu IPO (oferta pública inicial de ações) na bolsa de valores brasileira.

A companhia é proprietária das marcas MMartan e Artex que é uma das líderes em varejo especializado de produtos de cama, mesa e banho e atua também nos setores de conforto, bem-estar e saúde.

Continue lendo