Conecte-se conosco

Ações

Rede D’or vai distribuir R$ 158,3 milhões em JCP

Filipe Andrade

Publicado

em

Rede D’or vai distribuir R$ 158,3 milhões em JCP

A Rede D’or (RDOR3) divulgou fato relevante sobre a aprovação do pagamento de JCP no valor total de R$ 158,3 milhões. Além disso, a reunião da diretoria realizada em 14 de dezembro de 2022 aprovou a deliberação referentes aos resultados do exercício social de 2022.

Bem como, o valor unitário por tipo e classe de ação será de 0,08020510654 por ação ordinária (ON). Ainda mais, o anúncio foi feito pelo Diretor Financeiro e de Relação com Investidores, Otávio de Garcia Lazcano.

Entretanto, haverá retenção de 15% de imposto de renda na fonte.

Os Juros Sobre Capital Próprio (JCP) é uma das formas de uma empresa distribuir o lucro entre os seus acionistas, titulares ou sócios.

Prazos para pagamento dos proventos

Segundo a companhia, a data COM para ter direito aos proventos é 19 de dezembro. Entretanto, aqueles que comprarem no dia 20 de dezembro estarão negociando as ações na data EX.

Ainda mais, a rede de hospitais informou que realizará o pagamento dos proventos em 28 de dezembro de 2022. Os valores são brutos e não isento de imposto de renda, conforme a legislação vigente.

Além da Rede D’or, as empresas BTG Pactual (BPAC11)Cemig (CMIG4), CSN Mineração (CMIN3), ( Petrobras (PETR4)Comgas (CGAS5) também vão distribuir proventos aos acionistas.

Rede D’Or vai poder adquirir a Sul América

No dia 29 de novembro, Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) emitiu comunicado aceitando os apelos de instituições privadas de saúde para revisitar a aprovação sem remédios onde a Rede D’Or (RDOR3) pode adquirir a Sul América, que foram enviados há 5 dias para a autarquia.

Nesse sentido, o Cade havia aprovado no dia 7 de novembro, sem restrições, a transferência do controle acionário de sociedades controladas pela Sul América (SULA11) para a Rede D’Or (RDOR3). Ainda mais, as objeções à operação poderiam ser apresentadas em até 15 dias por terceiros ou pelo tribunal administrativo do Cade, antes que a decisão fosse considerada definitiva.

Continue lendo