Conecte-se conosco

Criptoativos

Bitcoin desvaloriza após fala de Jerome Powell

Filipe Andrade

Publicado

em

Bitcoin desvaloriza após fala de Jerome Powell

A criptomoeda mais famosa do mundo Bitcoin se desvalorizou e opera abaixo de 20 mil dólares após fala de Jerome Powell. Além disso, o presidente do banco central americano prometeu continuar a política monetária que o banco central americano de aumentar os juros.

Com isso, outra cripto, o Ethereum (ETH), também caiu, e opera na faixa de US$ 1.450. Nesse sentido, os investidores seguem digerindo o pronunciamento do presidente do Federal Reserve.

Nesse sentido, as falas decepcionaram alguns investidores que esperavam sinais de confiança do Fed. Segundo Powell, a dor política monetária é o custo para conter a inflação que no ultimo mês alcançou 8,5%, após chegar 9,1%.

Contudo, o temor do mercado é outra alta de 0,75% nos juros americanos na próxima reunião de politica monetária. Ao que tudo indica, esse temo poderá ser confirmado.

Ainda mais, entre as altcoins o movimento também foi é de queda, com destaque para ativos como Avalanche (AVAX) e Cosmos (ATOM), com perdas que chegaram a 11%.

Bitcoin tem pior desempenho em uma década

Recentemente, o Bitcoin teve seu pior desempenho para um trimestre em uma década com uma desvalorização de US$ 1,2 trilhões, uma queda de 58%. Além disso, os investidores esrtão fugindo de ativos de risco devido aos constantes aumentos de juros em vários países do planeta.

A baixa do Bitcoin, a criptomoeda mais conhecida no mundo, foi cerca de 58% de abril a junho de 2022. Nesse sentido, cerca de US$ 1,2 trilhão foi perdido no mercado de criptoativos.

Essa é a maior baixa desde o terceiro trimestre de 2011, quando a moeda virtual ainda estava engatinhando no mercado financeiro.

Por que o BTC está caindo tanto?

O Bitcoin está despencando. A principal criptomoeda do mundo atingiu 8 semanas de desvalorização, maior queda consecutiva desde 2009. Mas a questão é: Por que o Bitcoin esta caindo tanto?

O ativo caiu de uma alta próxima a US$ 70 mil (cerca de R$ 360 mil) por bitcoin em novembro de 2021 para pouco acima de US$ 20 mil (R$ 100 mil) agora, em junho de 2022. O preço das demais criptomoedas também estão caindo bastante.

Primeiramente, vale destacar que não é somente o mercado de criptoativos que está sofrendo problemas. Existe um risco crescente de recessão econômica, a inflação e os juros estão subindo e o custo de vida está piorando em diversos países.

Nesse panorama, um dos motivos das sucessivas quedas das criptomoedas em 2022 é o aperto monetário americano, que afeta toda economia mundial. 

Continue lendo