Conecte-se conosco

Ações

Jalles Machado (JALL3) vai pagar R$ 52,4 milhões em dividendos

Filipe Andrade

Publicado

em

Jalles Machado vai distribuir dividendos

A Jalles Machado (JALL3) divulgou fato relevante sobre a aprovação do pagamento de dividendos no valor total de R$ 52,4 milhões. Além disso, a Assembleia Geral Ordinária a realizada em 26 de julho de 2022 aprovou a deliberação referentes aos resultados do exercício de 2022.

Bem como, o valor unitário por tipo e classe de ação será de R$ 0,1779076129 por ação ordinária (ON). Ainda mais, o anúncio foi feito pelo Diretor Financeiro e de Relações com Investidores, Rodrigo Penna de Siqueira.

Os dividendos é uma das formas de uma empresa distribuir o lucro entre os seus acionistas, titulares ou sócios. Entretanto, neste valor não há desconto de imposto de renda na fonte.

Jalles Machado (JALL3) informa prazos para pagamento

Segundo a companhia, a data COM para ter direito aos proventos é 26 de julho. Entretanto, aqueles que comprarem no dia 27 de julho estarão negociando as ações na data EX.

Ainda mais, a empresa de Goiás informou que realizará o pagamento dos dividendos 25 de agosto de 2022 em valor líquido e isento de imposto de renda, conforme a legislação vigente.

Além da Jalles Machado as empresas, Randon (RAPT4)Direcional (DIRR3)Rede D’Or (RDOR3)Maxion (MYPK3)Compass (PASS3)Sanepar (SAPR11)Lojas Renner (LREN3)MRV (MRVE3)Telefônica (VIVT3)Aura Minerals (AURA33)Carrefour (CRFB3)Bradesco (BBDC4) também vão distribuir proventos aos acionistas.

Conheça a empresa

A Jalles Machado é fruto do espírito empreendedor de Otávio Lage. A empresa já nasceu com uma missão social: gerar mais empregos e renda para Goianésia. E hoje, é referência em qualidade, preservação do meio ambiente e responsabilidade social, além de estar presente em quase todo o mundo com a marca Itajá.

Atualmente, são duas unidades industriais que geram carca de 3.800 empregos diretos e fazem da cana a principal atividade econômica do município.

O início foi em 1980, quando Jalles Fontoura era prefeito de Goianésia. A pecuária não era suficiente para empregar todas as pessoas da Cidade e Otávio Lage começou a articular a implantação de uma destilaria de álcool na região, atendendo o chamamento do Governo.

Naquela época, para enfrentar a Crise do Petróleo, o Governo Federal, por meio do Programa Nacional do Álcool (Proálcool), investiu na produção e incentivou o consumo do combustível de cana.

Continue lendo