Conecte-se conosco

Ações

Telefônica (VIVT3) vai pagar R$ 480 milhões em JCP

Publicado

em

A Telefônica (VIVT3), controladora da empresa de telefonia Vivo, divulgou fato relevante sobre a aprovação do pagamento de JCP no valor total de R$ 480 milhões. Além disso, a reunião do conselho realizada em 14 de junho de 2022 aprovou a deliberação referentes aos resultados do exercício social de 2022.

Bem como, o valor unitário por tipo e classe de ação será de R$ 0,28712558126 por ação ON. Ainda mais, o anúncio foi feito pelo CFO e Diretor de Relações com Investidores, David Melcon Sanchez-Friera.

Os Juros Sobre Capital Próprio (JCP) é uma das formas de uma empresa distribuir o lucro entre os seus acionistas, titulares ou sócios.

Telefônica (VIVT3) informa prazos para pagamento

Segundo a companhia, a data COM para ter direito aos proventos é 30 de junho. Entretanto, aqueles que comprarem no dia 01 de julho estarão negociando as ações na data EX.

Ainda mais, a empresa de telefonia informou que realizará o pagamento dos proventos até 31 de julho de 2023. Os valores são brutos e não isento de imposto de renda, conforme a legislação vigente.

Entretanto, os valores por ação poderão sofrer ajustes futuros, até 30 de junho de 2022, em função de eventuais aquisições de ações dentro do Programa de Recompra de Ações da Companhia para permanência em tesouraria, para posterior alienação e/ou cancelamento.

Além da Telefônica, as empresas Aura Minerals (AURA33), Carrefour (CRFB3), Bradesco (BBDC4) também vão distribuir proventos aos acionistas.

VIVT3: compras de telefonia móvel da OI (OIBR3)

A aquisição da telefonia móvel da Oi (OIBR3) já vinha sendo discutida entre Tim (TIMS3), Claro e Vivo (VIVT3). Enquanto a Oi se esforça para sair da recuperação judicial, outras empresas do setor expandem sua atuação, abocanhando a fatia de mercado possível. Em fato relevante, a Vivo anunciou que realizou uma live via seu canal de Relações com Investidores para esclarecer o impacto que a aquisição terá na companhia. No comunicado fica implícito que haverá valorização do valor patrimonial.

Continue lendo