Conecte-se conosco

Ações

Onda de demissões: Tesla (TSLA34) desliga 200 funcionários

Publicado

em

A Tesla (TSLA34), empresa de automóveis do bilionário Elon Musk, desligou 200 funcionários em meio a onda de demissões que assola os Estados Unidos.

As informações são da americana Bloomberg.

A princípio, o CEO da companhia já havia sinalizado demissões e rompimento com empregados.

Alguns dos atingidos pela medida trabalhavam no complexo da Tesla em San Mateo, na Califórnia, recentemente desativada.

Mudanças na Tesla (TSLA34)

Algumas das causas prováveis para mudanças na Tesla são a preocupação com uma recessão da economia além de problemas relacionados com a escassez de fios semicondutores.

Apesar do nível de desemprego estar baixo no país, CEO’s mostraram-se preocupados com os rumos económicos no Forum de Davos.

Ademais, no início do ano, a Tesla apresentou lucro acima das expectativas, com lucro de US$ 3,318 bilhões. Sendo assim, o lucro líquido por ação ficou na casa de US$ 3,22, versus os US$ 2,26 aguardado pelos investidores. Após a divulgação dos dados, a ação da companhia disparou mais de 10%.

Acrescenta-se a isso os recentes cortes ocorridos na NETFLIX, empresa de streaming.

Demitiu-se 300 funcionários nesse mês, enquanto outros 150 já haviam sido desligados no mês anterior.

Nesse sentido, os desligamentos tomam conta da empresa tendo em vista a diminuição do crescimento da receita.

Continue lendo