Conecte-se conosco

Ações

Cynthia Hobbs é votada para Conselho Fiscal na Natura

Publicado

em

Cynthia Hobbs em conselho fiscal da Natura

Profissional já atuo em empresas como Ambev (ABEV3), Dasa (DASA3) e CPFL (CPFE3). A indicação partiu de empresas acionistas minoritárias da Natura (NTCO3), encabeçadas pelo Banco do Brasil (BBAS3). As indicadas para o Conselho Fiscal da natura são Cynthia Hobbs, que hoje atua como CFO no GetNinjas (NINJ3), e Maria Ramos Leonel, que atua como conselheira fiscal do Banco da Amazônia (BAZA3).

A decisão coloca ainda mais mulheres em C-level – isto é, os níveis de gerência máxima da empresa – na Natura. A empresa já havia encabeçado movimento recente pedindo que o LinkedIn permitisse vagas inclusivas em sua plataforma, o que resultou em uma mudança de política global da marca.

O comprometimento com ações ESG faz parte da rotina da empresa, que está presente em índices como o Dow Jones Índice de Sustentabilidade (DSJI), o Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 (ISE B3) e o Índice de Carbono Eficiente (ICO211). A inclusão de mulheres em cargos de gerência é uma das metas Social do ESG. Consequentemente a inclusão de Cynthia Hobbs no Conselho Fiscal da Natura é um passo em direção a consolidação da empresa nos índices.

As ações da empresa estão lateralizadas entre R$ 20,00 e R$ 28,00 desde 19 de janeiro. A partir de então os ativos interromperam uma queda que vinha acontecendo desde julho de 2021. Hoje, às 12:46 o ativo é negociado a R$ 27,31, com alta de 4,84% desde a abertura do pregão.

Continue lendo