Conecte-se conosco

Ações

Ibovespa fecha no terreno negativo com inflação nos EUA e aversão à risco

Avatar photo

Publicado

em

Nesta quinta-feira 10/03, o Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores brasileira, fechou em queda de 0,21%, sendo afetada pela Guerra na Ucrânia e pela inflação nos EUA.

Ainda em momento de forte instabilidade, a guerra entre a Rússia e Ucrânia permanece como principal fator dos movimentos no mercado.

Adicionalmente, no dia de ontem, saiu os dados de inflação dos EUA sinalizou uma alta de 0,8% em fevereiro e acumula 7,9% em 12 meses, maior registro em décadas.

No setor corporativo, os destaques positivos de quinta-feira ficaram por conta de Gerdau (GGBR4) e Qualicorp (QUAL3). Por outro lado, as maior queda ficou por conta da Embraer (EMBR3), que fechou em queda de 14,92%.

No setor externo, as tensões da guerra alinhadas com a inflação mais alta também contribuíram negativamente para o mercado de ações. Com isso, Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq fecharam em baixa de 0,34%, 0,43% e 0,95%, respectivamente.

Já o dólar fechou perto de sua estabilidade, em R$5,02.

1. Mercados globais

Hoje os mercados europeus amanhecem em positivos com o EURO STOXX em alta de 2,82% às 09:00. Indicações são de uma melhora nos conflitos entre Rússia e Ucrânia e pelas fortes quedas que as ações vêm sofrendo nos últimos pregões.

Nos EUA, o sentimento positivo também é demonstrado nos mercados futuros. Neste momento, o DJIA está em alta de 1,28% e o índice NASDAQ sobe 1,83%.

3. Notícias importantes de hoje

Nesta sexta ocorre a divulgação do IPCA (inflação) para fevereiro. O consenso do mercado aponta para um aumento 0,95% no mês, elevando o índice para 10,50% nos últimos 12 meses. Valor é o maior para o mês de fevereiro desde 2015.

Continue lendo