Conecte-se conosco

Mercado

O que falta para que a venda do Vasco seja finalizada?

Publicado

em

VENDA VASCO

Entenda o que falta para que o negócio bilionário da venda do Vasco seja finalizado.

Conforme notícias veiculadas pela mídia na manhã desta segunda-feira, 21/02/2022, o Vasco pode estar próximo de vender 70% de participação do novo clube empresa por R$ 700 milhões.

Adicionalmente, o acordo prevê que o comprador (fundo americano 777 Partners) arcará com investimentos relacionados ao negócio e ao estádio do clube, São Januário, e se responsabilizará pela dívida milionária do time.

De acordo com a diretoria do clube, o Vasco vale mais do que R$ 1,5 bilhão, contabilizando possíveis negociações no futuro, como emissão de novas dívidas e/ou ações.

No entanto, existem alguns passos do processo que ainda precisarão ser concluídos antes da finalização da “compra” pelo fundo 777 Partners.

Passos para a venda do Vasco

Com isso, veja abaixo as principais etapas de um processo de M&A (fusão e aquisição) de empresas, utilizando o Vasco como exemplo:

1- O processo se inicia com o Vasco identificando a necessidade de adquirir recursos financeiros por meio de uma venda (integral ou uma fatia da empresa). No entanto, casos onde os compradores procuram as empresas e fazem ofertas para compra-las também são comuns;

2- O Vasco contrata um assessor financeiro para auxiliá-lo na preparação de documentos e negociação com possíveis compradores (essa etapa pode ser feita através de um agente externo ou que já trabalha na empresa);

3- Após isso, o clube identifica uma lista de “possíveis compradores” e apresenta informações e números importantes do negócio. Para um time de futebol, as informações podem incluir desde o número aproximado de torcedores até o faturamento do time;

4- Quando um dos “possíveis compradores” demonstra interesse para fazer negócio com o time, um acordo de confidencialidade é assinado para que este possa analisar os documentos e saúde financeira do clube (um dos principais documentos disponibilizados após a assinatura do acordo de confidencialidade é o InfoMemo);

5- Após analisar o InfoMemo, caso o comprador tenha interesse em seguir com a negociação, este efetua uma “proposta não-vinculante” – Está proposta sugere que não há um compromisso definitivo de compra, e as condições de negociação podem se alterar, ou mesmo uma das partes desistir. Após a proposta ser efetuada, um prazo de, usualmente, 90 dias é dado para que o comprador se comprometa com uma proposta vinculante;

6- Durante este período (de 90 dias, aproximadamente), o comprador irá conduzir a sua Due Diligence. A Due Diligence verifica os dados financeiros, dívidas e inconsistências na avaliação da empresa, contratos de adiantamento de receita e outros (esse processo é considerado o mais importante na hora de firmar um valor de compra na negociação);

7- Caso o comprador esteja de acordo com os dados encontrados no processo de Due Diligence, este segue para uma proposta vinculante e assinatura dos documentos de compra.

Onde o processo se encontra?

Sendo assim, é razoável dizer que o processo de negociação da 777 Partners com o Vasco se encontra na etapa 5.

Ou seja, a partir dos primeiros dados fornecidos pelo Vasco, o fundo fez uma proposta R$ 700 milhões, com ressalvas em relação ao comprometimento de compra futura. Neste sentido, tanto os valores quanto as porcentagens oferecidas no negociação ainda podem sofrer alterações, especialmente pelo histórico financeiro obscuro do Vasco

Acompanhe aqui as principais notícias do mercado no dia de hoje.

Continue lendo