Conecte-se conosco

Mercado

Mercado de ações cai 0,48% na semana, mas segura o patamar de 120 mil pontos

Avatar photo

Publicado

em

Após uma semana volátil, o Ibovespa recuperou parcialmente suas perdas nesta sexta-feira (23/04).

Os principais drivers de preço ficaram com a sanção do Orçamento para 2021, que veio levemente melhor do que as expectativas do mercado, e sinalização de proposta de aumento de tributação para os mais ricos nos EUA.

Com isso, após forte queda na quinta-feira (22/04), com o anúncio de aumento de impostos proposto por Joe Biden, o principal índice da bolsa brasileira subiu 0,97% na sexta, chegando a 120.530 pontos.

Nos EUA o movimento não foi diferente, com alta nos principais indicadores de mercado. a bolsa da tecnologia (NASDAQ) obteve correção nesta sexta e subiu 1,44%.

Já o dólar, após sequentes dias de queda, se valorizou 0,73% contra o real e encerrou o dia em R$5,50.

Notícia positiva para o Brasil e para o mundo, de acordo com a Bloomberg, a vacinação contra o COVID alcançou a marca de 1 bilhão de doses aplicadas neste fim de semana.

Apesar de aumentos pontuais de casos em alguns países da Europa e agravamento da crise na Índia e no Japão, o processo de vacinação mundial vem caminhando mais rápido do que esperado, principalmente em países mais desenvolvidos.

Esses dados já vêm fazendo preço nos mercados e mantém investidores mais otimistas com ativos de risco.

No dia de hoje (26/04), os mercados mundiais trabalham levemente no negativo.

Destaque para o índice NASDAQ futuro, com queda de -0,31%, às 07:00.

Já o EURO STOXX trabalha em leve queda, de 0,11%.

Como dito aqui antes e corroborado pela Eleven Financial, a bolsa brasileira se encontra em um forte momento de resistência, na casa dos 120/121 mil pontos.

De acordo com a casa, um gatilho que sinalize uma melhora econômica para o país pode fazer com que a bolsa ultrapasse essa barreira e busque sua máxima histórica, de aproximadamente 125 mil pontos.

Atenção para os resultados corporativos brasileiros do primeiro trimestre de 2021, que iniciaram com os fortes resultados da Usiminas na sexta, e terão maior volume nas próximas semanas.

Um setor que obteve bons resultados nos EUA e vem performando abaixo das expectativas no Brasil é o de bancos. Além disso, de acordo com a XP, existem boas projeções para os setores de commodities, tecnologia e supermercados.

O artigo descreve com mais detalhe as projeções para cada setor: https://conteudos.xpi.com.br/acoes/relatorios/temporada-de-resultados-do-1o-trimestre-2021-o-que-esperar/?utm_campaign=Preview1Q21_1&utm_content=Acesso+Bloqueado+%283%29&utm_medium=email&utm_source=emailmarketing&utm_term=Preview+1T21+-+PORT+1+-+Plataforma+2

Adicionalmente, o IPCA-15, prévia para inflação do mês de abril, sairá nesta terça-feira (27/04); expectativa do mercado é de alta de 0,71%, alcançando a marca de 6,31% para os últimos 12 meses.

Nos EUA, saem nesta semana os resultados das grandes empresas de tecnologia.

Finalmente, o presidente da Câmara, Arthur Lira, indicou que o pré-texto para Reforma Tributária deve sair na próxima segunda (03/04).

Continue lendo