Mercado Hoje

Cenário internacional ajuda Ibovespa a recuperar perdas do primeiro trimestre de 2021

Ibovespa rompe barreira do 121 mil pontos e recupera perdas do início do ano

Ibovespa de recupera

Perspectivas de manutenção de auxílios monetários e baixas taxas de juros marcaram a terceira semana de abril de 2021. Com isso, o Ibovespa subiu 2,4% enquanto dólar recuou 1,70% contra o real, recuperando as perdas do primeiro trimestre do ano.

Outro ponto de destaque ficou com o PIB da China, que registrou recorde de crescimento, em +18,3%, no primeiro trimestre comparado ao mesmo período em 2020.

Nesta última sexta-feira (16/04), repercutindo as falas do presidente do banco central americano, os principais índices fecharam no positivo. Destaque para o Dow Jones, que encerrou em alta de 0,48%.

Seguindo o ímpeto estrangeiro, a bolsa brasileira obteve mais um dia de alta, batendo sua máxima desde fevereiro, com alta de 0,34%, fechando em 121.114 pontos.

Já o dólar desvalorizou 0,73% e chegou na casa de R$5,73.

Outro destaque fica para o Bitcoin, que desvalorizou 15% neste domingo (18/04).

Mesmo após a rápida recuperação da bolsa brasileira, investidores seguem com o Orçamento no radar.

O plano de despesas da União, que deve ser finalizado nesta quinta-feira, dia 22, segue indefinido. Após diversas opções terem sido cogitadas em Brasília, o Governo pretende enxugar despesas não obrigatórias e utilizar recursos de planos de incentivo para evitar desalinhamento com parlamentares.

Nesse sentido, com uma dívida inflada, taxas de juros e atividade econômica em patamares baixos e inflação acelerada, o Governo busca uma saída para aprovar um plano que seja viável, em termos financeiros, e ao mesmo tempo agrade o Congresso.

Apesar disso, ainda não há uma decisão oficial do Governo. De acordo com a equipe econômica, cortar mais despesas discricionárias poderia acarretar em uma parada da “máquina pública”. Por outro lado, manter o Orçamento com todas as despesas requisitadas por parlamentares, sem algum corte de custo como contrapartida, poderá trazer riscos de responsabilidade fiscal.

Outro ponto que preocupa investidores é a CPI da COVID. A investigação que irá apurar a atuação do governo ao longo da pandemia e os repasses federais para estados e municípios, traz insegurança institucional de um governo já enfraquecido.

Seguindo o racional do ditado que “o mercado tem mais medo do escuro do que de notícia ruim”, mesmo sem visão sobre o que a CPI irá apontar, investidores permanecem receosos com os possíveis desdobramentos da investigação.

Hoje, 19 de abril de 2021, o mercado futuro americano amanhece em leve queda, com destaque para o S&P 500 (-0,16% às 07:30).

O Euro Stoxx trabalha perto da estabilidade, com +0,04%. Além das questões políticas no Brasil, outro ponto que deve mexer preços nesta semana são os resultados corporativos nos EUA.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Mercado