Conecte-se conosco

Nacional

Investimentos da GM serão de bilhões de reais, diz montadora. Veja valores

Filipe Andrade

Publicado

em

Investimentos da GM serão de bilhões de reais, diz montadora. Veja valores

Executivos da General Motors International comunicaram ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, o estado atual da produção e os investimentos da GM no Brasil. Além disso, a empresa, que completa 99 anos no país nesta sexta-feira, revelou a primeira fase do seu novo plano de investimentos. Nesse sentido, o valor totaliza R$ 7 bilhões entre 2024 e 2028. Essa fase inicial será sucedida por aportes adicionais nas próximas etapas.

A reunião contou com a presença de Lula, do vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, do ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, do presidente da GM, Shilpan Amin. Ainda mais, contou também com o presidente da empresa para a América do Sul, Santiago Chamorro.

7 DICAS FINANCEIRAS PARA EMPREENDEDORES TEREM SUCESSO EM 2024

Investimentos da GM serão para melhorias

Segundo a GM, os R$ 7 bilhões serão destinados a melhorias na capacidade e nas condições de produção. Do mesmo modo, também será especialmente no desenvolvimento tecnológico, focando em veículos elétricos, energias renováveis e controle de poluentes. Esses investimentos visam não apenas fortalecer a produção brasileira, mas também ampliar a capacidade de fornecimento para o mercado mundial.

O presidente Lula saudou os novos investimentos da GM, alinhados com suas iniciativas de reindustrialização, como os programas Nova Indústria Brasil e Novo PAC. Destacou ainda que o Brasil está em posição privilegiada para liderar a transição energética global. Além disso, ele sublinhou o impacto positivo de investimentos em produção e tecnologia no desenvolvimento e inclusão social. Ressaltou, por fim, a estabilidade da democracia no país como fator crucial.

Alckmin, por sua vez, destacou a melhoria do cenário econômico no primeiro ano de governo e a aprovação da reforma tributária, tornando o Brasil mais atrativo para investidores. Mencionou também políticas de aprimoramento da competitividade industrial, incluindo o programa Mover, que promove sustentabilidade e descarbonização no setor de transportes.

Rui Costa enfatizou a prioridade crescente dada à inovação e produtividade no contexto da retomada da política industrial, mencionando o especial interesse do Governo Federal no setor de veículos elétricos. Essa ênfase reflete a busca por um setor automotivo mais sustentável e alinhado com as demandas globais por tecnologias limpas.

Continue lendo