Conecte-se conosco

Nacional

Enem dos concursos terá edital divulgado pelo governo hoje

Filipe Andrade

Publicado

em

Enem dos concursos terá edital divulgado pelo governo hoje

O governo federal divulgará o edital do primeiro Concurso Nacional Unificado (CNU), Enem dos concursos nesta quarta-feira, 10 de janeiro. Nesse sentido será apresentado detalhes sobre mais de 6 mil vagas para servidores públicos, distribuídas em dois dias de prova neste ano.

A princípio, em sua primeira edição, o CNU abrangerá 217 cidades brasileiras, facilitando a participação de profissionais de nível médio e superior de diversos estados. Ainda mais, serão 22 instituições responsáveis pela realização dos concursos.

Recentemente a Petrobras divulgou seu novo concurso com mais de 6 mil vagas. Veja mais informações neste link.

Estrutura do Enem dos concursos

O apelido “Enem dos Concursos” foi atribuído ao CNU devido à sua estrutura semelhante ao Exame Nacional do Ensino Médio. Ainda mais, um provão será realizado em duas etapas nas cidades escolhidas, oferecendo mais de 6 mil vagas na área pública por diversas instituições.

A criação do CNU visa aprimorar a gestão de pessoas no setor público, segundo Fernando Coelho, membro do Movimento Pessoas à Frente e professor de Gestão Pública da USP. Ele destaca a importância de organizar as aplicações e democratizar o acesso de profissionais de diferentes regiões.

Reserva de emergência: 7 em cada 10 brasileiros não possuem, veja aqui como fazer a sua.

Do mesmo modo, a iniciativa busca ampliar o acesso, considerando a abrangência regional e socioeconômica do concurso público, contrapondo a prática anterior de concursos restritos a poucas cidades. Coelho salienta que a centralidade do CNU é tornar o processo mais representativo e acessível, visando a diversidade geográfica e econômica.

A estrutura das provas do CNU contempla uma prova objetiva comum a todos os candidatos no primeiro dia. Além disso, no segundo, uma prova objetiva e dissertativa dividida por blocos temáticos, de acordo com a área de atuação. Os blocos incluem temas como Administração e Finanças Públicas, Setores Econômico, Infraestrutura e Regulação, entre outros.

Coelho destaca que a principal diferença do concurso no Brasil é a diversidade de cargos e carreiras, impactando a variação salarial. Ele enfatiza o papel do CNU como ponto de partida para a integração entre diferentes cargos e carreiras, visando salários mais justos, especialmente para cargos que exigem ensino superior.

Continue lendo