Conecte-se conosco

MG

Mensalidade escolar aumenta até 13% em BH. Veja os motivos

Filipe Andrade

Publicado

em

Mensalidade escolar aumenta até 13% em BH. Veja os motivos

O custo médio da mensalidade escolar em Belo Horizonte e arredores para o ano letivo de 2024 experimentou um acréscimo de pelo menos 8,2%. No ensino médio, esse aumento atinge quase 13%, conforme revela pesquisa realizada pelo Mercado Mineiro, que consultou 46 instituições particulares.

Nesse sentido, o terceiro ano do ensino médio registrou o maior aumento, alcançando 12,9%. Do mesmo modo, o custo médio dessa etapa agora é de R$ 2.616,54, comparado a R$ 2.317,47 em 2023. Ainda mais, em contraste, o oitavo ano do ensino fundamental apresentou o menor incremento percentual, de 8,2%, elevando a mensalidade de R$ 1.901,22 para R$ 2.058,05.

Nesse sentido, diversos fatores contribuem para essa elevação nos valores das mensalidades. Contudo, o Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (SinepeMG) destaca que a instalação de ar-condicionado e sistemas de climatização durante as recentes ondas de calor pode ser uma das razões para esse aumento.

Analise agora o preço médio e o aumento percentual da mensalidade escolar de cada ano

  • 1º ano do ensino fundamental: R$ 1.824,86 (9,7% de aumento);
  • 2º ano do ensino fundamental: R$ 1.829,2 (9,6%);
  • 3º ano do ensino fundamental: R$ 1.838,73 (9,6%);
  • 4º ano do ensino fundamental: R$ 1.838,73 (9,6%);
  • 5º ano do ensino fundamental: R$ 1.838,73 (9,6%);
  • 6º ano do ensino fundamental: R$ 2.052,83 (8,5%);
  • 7º ano do ensino fundamental: R$ 2.052,83 (8,5%);
  • 8º ano do ensino fundamental: R$ 2.058,05 (8,2%);
  • 9º ano do ensino fundamental: R$ 2.061,02 (8%);
  • 1º ano do ensino médio: R$ 2.351,73 (8,6%);
  • 2º ano do ensino médio: R$ 2.368,95 (10,4%);
  • 3º ano do ensino médio: R$ 2.616,54 (12,9%).

A discrepância nos valores das mensalidades entre as escolas mais acessíveis e as mais dispendiosas pode ultrapassar o dobro. No 1º ano do ensino fundamental, a variação atinge 156%, variando de R$ 1.084 a R$ 2.779,48. No ensino médio, a diferença é igualmente notável: no 1º ano, os valores oscilam entre R$ 1.575 e R$ 3.141, representando uma variação de 99%.

Reajuste da educação foi aprovado em MG

Recentemente, o Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou em 2º turno o Projeto de Lei (PL) 822/23. Nesse sentido, o PL concede um aumento salarial de 12,84% para os servidores da educação. Ainda mais, após receber o parecer do reajuste da educação, a proposição seguirá para a sanção do governador.

De autoria do chefe do Poder Executivo, o projeto garante o reajuste retroativo a partir de 1º de janeiro de 2023. Todos os profissionais da educação básica serão beneficiados. Isso inclui diretores de escola, detentores de função pública e contratados temporariamente, bem como os inativos com direito à paridade.

Continue lendo