Conecte-se conosco

Nacional

Lista de carros que podem ter redução de preço: Veja quais são!

Filipe Andrade

Publicado

em

Carros mais vendidos: Veja o surpreendente líder do ranking

Em primeiro lugar, mais de 30 carros vendidos no Brasil possuem preços de até R$ 120 mil e podem ter redução de preço devido às medidas anunciadas pelo governo federal na última quinta-feira (25). Ainda mais, um levantamento realizado em sites das montadoras que atuam no país revelou os dados dessa lista de carros.

Nesse sentido, para a pesquisa, foram considerados os preços iniciais sugeridos pelas montadoras em seus sites, levando em conta a região de São Paulo. De acordo com o estudo, pelo menos 10 empresas comercializam carros com valores de até R$ 120 mil.

Prepare-se para uma experiência gastronômica única! Compre 2 pratos principais e pague apenas 1, com o Duo Gourmet. E tem mais: ao utilizar o CUPOM FILIPE60, você será presenteado com um DESCONTO especial de R$ 50,00 na sua assinatura anual. Aproveite esta oportunidade única para explorar uma variedade de pratos e sabores em vários lugares do Brasil.

Duo Gourmet: Descubra como comer nos melhores restaurantes pagando menos
Duo gourmet

Veja a lista de carros

Nesse sentido, apresentamos uma lista dos carros que se enquadram nessa faixa de preço:

  • Fiat Mobi – R$ 68.990
  • Renault Kwid – R$ 68.990
  • Peugeot 208 – R$ 69.990
  • Fiat Mobi Track – R$ 72.290
  • Citroën C3 – R$ 72.990
  • Fiat Argo – R$ 79.790
  • Renault Stepway – R$ 79.990
  • Volkswagen Polo Track 2023 – R$ 81.370
  • Hyundai HB20 – R$ 82.290
  • Chevrolet Onix – R$ 84.390
  • Fiat Cronos – R$ 84.790
  • Volkswagen Novo Polo MPI 2023 – R$ 86.390
  • Renault Logan – R$ 89.560
  • Hyundai HB20 Sedan – R$ 91.890
  • Volkswagen Saveiro – R$ 94.490
  • Chevrolet Onix Plus – R$ 96.390
  • Toyota Yaris – R$ 97.990
  • Peugeot Partner Rapid – R$ 98.781
  • Fiat Strada Endurance – R$ 99.990
  • Fiat Pulse – R$ 100.990
  • Nissan Versa Sense 2023 – R$ 101.190
  • Peugeot 2008 – R$ 102.990
  • Chevrolet Spin – R$ 103.990
  • Volkswagen Novo Virtus – R$ 104.390
  • Fiat Strada Freedom – R$ 105.990
  • Citroën C4 Cactus – R$ 108.990
  • Fiat Cronos Precision – R$ 109.890
  • Nissan Versa Advance – R$ 110.490
  • Fiat Fiorino – R$ 111.990
  • Fiat Strada Volcano – R$ 112.990
  • Nissan Kicks – R$ 112.990
  • Renault Duster – R$ 112.990
  • Renault Oroch – R$ 115.900
  • Volkswagen T-Cross – R$ 116.550
  • Hyundai Creta – R$ 116.560
  • Chevrolet Montana – R$ 118.690
  • Honda New City Sedan – R$ 118.700
  • Fiat Pulse Audace – R$ 119.990

Do mesmo modo, medidas para reduzir os preços dos carros até R$ 120 mil foram anunciadas pelo governo federal na última quinta-feira (25). Contudo, o pacote de medidas inclui:

  • Redução de impostos para diminuir o preço final dos carros em até 10,79%;
  • Adoção da taxa referencial (TR) como taxa de juros para projetos de pesquisa e inovação;
  • Por fim, será disponibilizado R$ 4 bilhões em financiamentos em dólar pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Sustentável (BNDES), direcionados a empresas que atuam com exportação.

Setor automotivo

Ainda mais, de acordo com o setor automotivo, essas medidas podem resultar na redução do preço dos carros populares novos para menos de R$ 60 mil.

Atualmente, o valor inicial de um carro zero é cerca de R$ 68 mil, equivalente a mais de 50 salários mínimos (R$ 1.320). Nesse sentido, vale ressaltar que esse valor não considera as medidas anunciadas nesta quinta.

Surpreendentemente, o vice-presidente da República e ministro de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, afirmou que o desconto no preço final poderá ser ainda maior. Nesse sentido, o governo está estudando a possibilidade de permitir a venda direta de carros para pessoas físicas.

Ainda mais, o desconto variará de 1,5% a 10,79%, baseado em três fatores:

  • A princípio, o valor atual do veículo: quanto mais barato o carro, maior será o desconto tributário;
  • Bem como a emissão de poluentes: quanto mais limpo o motor e o processo produtivo, maior será o desconto;
  • Além disso, a cadeia de produção: quanto maior a proporção de peças e acessórios produzidos no Brasil, maior será o desconto.

Entretanto, Alckmin anunciou que o Ministério da Fazenda terá um prazo de 15 dias para ajustar a decisão às regras fiscais, calculando a perda de arrecadação e determinando a compensação no orçamento. Contudo, após esse prazo, o governo emitirá uma medida provisória e um decreto para regulamentar o assunto.

Governo revela medidas impactantes para carros populares mais acessíveis

Nesta quinta-feira (25), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou medidas para facilitar o acesso da população a carros populares. Com isso, o governo deseja estabelecer preços semelhantes aos dos carros populares nas últimas décadas no Brasil.

Além de Lula, participam do anúncio representantes do setor automotivo e o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, responsável pelos estudos sobre o tema.

Continue lendo