Conecte-se conosco

Internacional

Petróleo tem alta com corte surpresa de produção da Opep+

Filipe Andrade

Publicado

em

Petróleo-tem-alta-com-corte-surpresa-produção-Opep+

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados anunciaram um corte voluntário de 500 mil barris por dia de maio até o final de 2023. Nesse sentido, é uma medida de precaução destinada a apoiar a estabilidade do mercado petrolífero. Com isso, os preços do petróleo tem alta consideravelmente nessa segunda-feira (03).

Do mesmo modo, a ação ocorrerá em coordenação com países membros da Opep e não membros da organização (Opep+) que participam da declaração de cooperação.

Você quer aprender a investir seu dinheiro de forma inteligente e maximizar seus investimentos? Então não perca a oportunidade de se inscrever no Curso Como Investir: Do Iniciante ao Avançado, que será realizado no sábado, dia 15/04/2023, das 09h às 12h. Este curso completo é a solução ideal para quem deseja dominar desde os conceitos básicos até as estratégias avançadas de investimentos.

Mas espere, a promoção especial por tempo limitado torna esta oportunidade ainda mais imperdível! O curso está disponível por apenas R$29,90 e, se você usar o código MERCADO na inscrição, receberá um desconto adicional de R$10. Não perca mais tempo se perguntando como investir seu dinheiro de forma eficaz. Inscreva-se agora no Curso Como Investir: Do Iniciante ao Avançado e comece a investir com confiança. Garanta o seu lugar enquanto a promoção ainda está disponível!

Essa medida foi anunciada pelo Ministério de Energia da Arábia Saudita e totaliza cortes de 1,66 milhão de barris por dia. Os cortes serão feitos em países como Iraque, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Casaquistão, Argélia, Omã e Gabão. Com o anúncio, o contrato futuro do petróleo Brent subiu 5,71% e o petróleo nos EUA WTI subiu 5,90%.

Petróleo tem alta

No último domingo, o Ministério de Energia da Arábia Saudita anunciou que irá realizar um corte voluntário de 500 mil barris por dia de maio até o final de 2023. A ação irá acontecer em coordenação com países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e não membros da organização (Opep+) que participam da declaração de cooperação.

Ainda mais, esse anúncio totaliza cortes de 1,66 milhão de barris por dia, que entrarão em vigor de maio até o final de 2023. As reduções serão feitas em vários países membros da Opep+.

Com isso, os preços do petróleo subiram consideravelmente. Os analistas do Goldman Sachs acreditam que esse movimento de corte de produção é consistente com a nova doutrina da Opep+ de agir preventivamente sem perdas significativas de participação de mercado. Eles também afirmam que esse corte pode levar os preços do petróleo para a marca de US$ 100 novamente.

Tina Teng, analista da CMC Markets, disse que o corte também poderia reverter o declínio da inflação, o que “complicaria as decisões de taxas de juros dos bancos centrais”. No entanto, a Opep e seus aliados estão tentando evitar uma repetição do crash de 2008.

Os preços do petróleo caíram em março, já que os investidores temiam que a crise bancária pudesse prejudicar o crescimento econômico global. Mas agora, com o anúncio do corte voluntário de produção pela Arábia Saudita, a situação pode se reverter. Os cortes de produção são um passo importante para manter a estabilidade do mercado petrolífero e para que os preços do petróleo possam continuar subindo.

Aumento da gasolina em março

aumento da gasolina é um tema recorrente na economia brasileira e tem gerado muitas discussões nos últimos anos. Em 2022, o governo federal isentou a cobrança de tributos federais (PIS/Pasep, Cofins e Cide) para reduzir o preço dos combustíveis nas bombas no período eleitoral.

A isenção, no entanto, tinha data para acabar: 31 de dezembro. O governo Lula prorrogou a isenção até 28 de fevereiro, mas agora ela vai finalizar. Isso pode resultar em um aumento significativo nos preços dos combustíveis para o consumidor.

Os combustíveis são um dos principais itens da cesta de consumo dos brasileiros e um aumento nos preços pode ter um impacto significativo na inflação e na atividade econômica.

Continue lendo