Conecte-se conosco

Ações

Petrobras registra o maior lucro da história em 2022

Filipe Andrade

Publicado

em

Petrobras paga 2ª parcela dos dividendos na sexta. Saiba os valores

A Petrobras (PETR4) divulgou, nesta quarta-feira (1), um lucro líquido recorde de R$ 188,328 bilhões em 2022, o maior da história da empresa. Além disso, esse valor foi 76,6% acima do valor recorde anterior de R$ 106,668 bilhões registrado em 2021. Segundo levantamento realizado por Einar Rivero, do TradeMap, o lucro da Petrobras também foi o maior da história entre empresas listadas na bolsa de valores brasileira.

Com isso, esse resultado foi obtido graças às “diversas ações gerenciais relevantes tomadas ao longo dos últimos anos”, de acordo com o diretor financeiro e de relações com investidores da Petrobras, Rodrigo Araujo Alves. Ele destacou que, apesar de o preço do petróleo já ter atingido patamares similares em anos anteriores, a empresa nunca havia alcançado resultados tão expressivos.

Propostas do governo geram dúvidas sobre distribuição de dividendos

As medidas propostas pelo governo federal para mudar as regras de distribuição de dividendos da Petrobras geraram dúvidas e preocupação no mercado financeiro. O objetivo do governo é evitar altas elevadas de preços da estatal e garantir mais investimentos em transição energética.

No entanto, a proposta foi mal recebida pelo mercado, pois pode afastar investidores em ações da petroleira. Uma vez que há incertezas sobre como será a política de distribuição de dividendos da empresa. O presidente Lula tem discutido essas questões com ministros no Palácio do Planalto, mas ainda não há definições concretas.

Conselho da Petrobras aprova distribuição de dividendos

Apesar das incertezas geradas pelas propostas do governo, a Petrobras aprovou a distribuição de dividendos equivalentes a R$ 2,7457 (brutos) por ação. Nesse sentido, o que totaliza R$ 35,8 bilhões para serem distribuídos aos acionistas. A aprovação do dividendo proposto “está alinhada à política de remuneração aos acionistas e é compatível com a sustentabilidade financeira da companhia no curto, médio e longo prazos”, segundo comunicado da empresa.

No entanto, o conselho da Petrobras também propôs a criação de uma reserva estatutária para reter até R$ 0,4980 por ação, o que pode chegar a R$ 6,5 bilhões. Essa proposta será encaminhada à assembleia geral de acionistas, prevista para o dia 27 de abril.

Companhia pagou recentemente R$ 43,7 bilhões em dividendos

Petrobras (PETR4) divulgou fato relevante sobre a aprovação do pagamento de dividendos no valor total de R$ 43,7 bilhões. Além disso, a reunião do Conselho de Administração realizada em 03 de novembro de 2022 aprovou a deliberação referentes aos resultados do exercício de 2022.

Com isso, o montante a ser pago por tipo e classe será de R$ 3,3489 por ação preferencial (PN) e ordinária (ON) em circulação. Nesse sentido, o anúncio foi feito pelo Diretor Executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Rodrigo Araujo Alves.

Continue lendo