Conecte-se conosco

Ações

Gerdau divulga resultados e pagamento de dividendos

Filipe Andrade

Publicado

em

Gerdau divulga resultados e pagamento de dividendos

A siderúrgica Gerdau divulgou, nesta quarta-feira (1), seus resultados financeiros do quarto trimestre de 2022 (4T22), registrando um lucro líquido ajustado de R$ 1,333 bilhão, uma queda de 61,7% em relação ao mesmo período de 2021. O lucro líquido sem ajustes foi de R$ 1,218 bilhão, uma retração de 65,8% em comparação com o 4T21, ficando abaixo do consenso Refinitiv, que previa um lucro líquido de R$ 1,9 bilhão no trimestre.

Segundo a companhia, o menor volume de vendas foi um dos principais fatores que contribuíram para a queda nos resultados. Além disso, a sazonalidade típica do período, eleições no Brasil e a Copa do Mundo também prejudicaram a atividade econômica em alguns mercados da Gerdau.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado totalizou R$ 3,630 bilhões no 4T22, uma redução de 39,1% em relação ao mesmo período de 2021 e abaixo do consenso Refinitiv, que previa R$ 3,8 bilhões de Ebitda. A margem Ebitda ajustada atingiu 20,2%, uma queda de 7,6 pontos percentuais em relação ao 4T21. A receita líquida somou R$ 17,964 bilhões no quarto trimestre deste ano, um recuo de 16,7% na comparação com o mesmo período de 2021 e abaixo dos R$ 18,9 bilhões esperados pelo consenso Refinitiv.

Vendas de aço e lucro bruto sofrem reduções

As vendas de aço totalizaram 2,672 milhões de toneladas no 4T22, uma retração de 15,6% em comparação com o 4T21. O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 2,928 bilhões no quarto trimestre de 2022, uma redução de 43,5% em relação ao mesmo período de 2021. A margem bruta foi de 16,3% no 4T22, uma queda de 7,8 pontos percentuais em relação à margem do 4T21.

Em 31 de dezembro de 2022, a dívida líquida da Gerdau era de R$ 7,173 bilhões, um recuo de 1,1% em comparação com o mesmo período de 2021. O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 0,33 vez em dezembro/22, alta de 0,03 ponto percentual em relação ao mesmo período de 2021.

Dividendos e aumento de capital social

O Conselho de Administração da Metalúrgica Gerdau aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 103,3 milhões, equivalente a R$ 0,10 por ação. Entretanto, houve uma mudança nesta decisão. Agora, a Gerdau aprovou a distribuição de R$ 332,7 milhões em dividendos, correspondentes a R$ 0,20 por ação, com o pagamento programado para o dia 14 de março. A partir do dia 15 de março de 2023, as negociações das ações em Bolsa serão realizadas “ex-direito”.

Além disso, a Gerdau informou que haverá um aumento no capital social em R$ 966,2 milhões, passando de R$ 19,323 bilhões para R$ 20,289 bilhões. Este aumento será realizado por meio da capitalização de reservas de lucros, com uma bonificação de 5% em ações. Os acionistas receberão uma nova ação para cada 20 ações da mesma espécie, possuídas em 21 de março de 2023.

Gerdau faz parceria inovadora com a Randon

Gerdau (GGBR4), importante empresa brasileira relacionada à commodities e a Randon (RAPT4), do setor de soluções para o transporte anunciaram que estão se juntando em uma inovadora parceria.

A princípio, diz-se que as companhias tem o intuito de desenvolver um empreendimento de locação de caminhões e semirreboques.

Continue lendo