Conecte-se conosco

Bolsa de valores

Ibovespa fecha em alta de 0,18%

Filipe Andrade

Publicado

em

Ibovespa fecha em alta de 0,18%

O índice Ibovespa começou o ano de 2023 com um bom desempenho, acumulando uma alta de quase 4% nos primeiros 25 dias, atingindo 114 mil pontos. No entanto, essa tendência não durou e parte dos ganhos foi perdida na última semana.

Na última segunda-feira, o índice fechou em 108.721 pontos, com uma pequena alta de 0,18%, depois de chegar a uma mínima de 107.415 pontos, graças às ações da Petrobras evitando perdas maiores.

O mesmo aconteceu com a taxa de câmbio. O dólar caiu abaixo de R$ 5 na última semana, após iniciar o ano a R$ 5,279, e fechou a negociação em R$ 5,173, com uma alta de 0,51%, atingindo R$ 5,21 na máxima do dia.

O otimismo instalado foi cancelado devido a vários fatores, tanto internos como externos. No Brasil, os problemas políticos começaram a afetar o benchmark devido ao fim do recesso do Congresso e às novas declarações do presidente Lula. No exterior, a taxa de juro nos Estados Unidos e a economia da China também estão na mira dos investidores.

De acordo com Enrico Cozzolino, sócio e head de análise da Levante Investimentos, “o Ibovespa é vulnerável às declarações dos políticos locais, com o peso fiscal e a questão da meta de inflação do Banco Central”.

Lula e o Banco Central

Na última segunda-feira, Lula atacou o nível atual das taxas de juros no Brasil durante a posse de Aloizio Mercadante como presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Nos últimos tempos, o presidente tem vindo a criticar frequentemente o Banco Central e sua independência.

Na segunda-feira (6), durante a posse de Aloizio Mercadante (PT) como presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Lula repetiu sua crítica ao nível atual das taxas de juros no Brasil.

Nos últimos tempos, especialmente na última semana, o presidente tem feito discursos na mesma linha, atacando também o Banco Central e sua independência.

Ibovespa tem impacto de China e EUA

Além dos fatores internos, a situação econômica dos Estados Unidos e da China também afetou o índice Ibovespa. O otimismo com a economia americana também foi parcialmente revertido.

A decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) de aumentar a taxa básica de juros dos Estados Unidos, a “fed funds”, em 25 pontos-base, para 4,50% a 4,75% foi anunciada na última quarta-feira. Em uma coletiva de imprensa, o presidente do Fed, Jerome Powell, afirmou que a economia americana parece estar desacelerando e que o ciclo de aumentos de taxas pode ter seu fim neste ano.

Noticiário de segunda-feira

Em resposta à acusação de suposto “rombo” tributário, a cervejaria Ambev (ABEV3), que tem o trio de acionistas Carlos Alberto Sicupira, Jorge Paulo Lemann e Marcel Telles em comum com a Americanas (AMER3), disse que a acusação é falsa e foi veiculada de forma oportunista e irresponsável, sem que a veracidade dos fatos fosse devidamente checada e sem que a posição da companhia fosse ouvida.

A publicação informou que o estudo acusaria a Ambev de inflacionar o preço de componentes necessários à produção do refrigerante e que são passíveis de isenção e geração de créditos fiscais na Zona Franca de Manaus, o que levaria ao acúmulo irregular de mais créditos tributários do que teria direito.

Continue lendo