Conecte-se conosco

Ações

Suzano anuncia operação com a Kimberly-Clark

Avatar photo

Publicado

em

A Suzano Papel e Celulose (SUZB3), empresa brasileira que é a maior produtora global de celulose de eucalipto e uma das 10 maiores de celulose de mercado, além de líder mundial no mercado de papel, anunciou grande operação envolvendo a americana Kimberly-Clark.

A princípio, sabe-se que houve a “aquisição da totalidade das quotas detidas pela KC Brasil em uma nova sociedade que será titular dos ativos referentes ao negócio de fabricação, marketing, distribuição e/ou venda no país de produtos de tissue, tais como papel
higiênico, toalhas de papel, guardanapos, lenços, bem como outros produtos de papel, incluindo a propriedade sobre a marca “NEVE”.

Suzano e Kimberly-Clark

Além do mencionado, ressalta-se que o principal ativo contemplado no negócio é uma fábrica de produção de tissue, em Mogi das Cruzes (SP). Tal localidade possui capacidade anual de produção de cerca de 130 mil toneladas.

Ainda, segundo comunicado ao mercado, tal movimento “está alinhada à estratégia de longo
prazo da Suzano de avançar nos elos da cadeia, como é de amplo conhecimento público,
representando complementariedade geográfica e ganhos de sinergia com seu atual negócio de bens de consumo (tissue).”

Ademais, há poucos meses, a companhia em questão revelou planos de investir R$600 mi no Espírito Santo.

O valor está relacionado à construção de uma fábrica, voltada principalmente para a área de higiene.

Nesse sentido, na unidade ocorreria a produção de papel Tissue e conversão em papel higiênico e papel toalha.

A localização seria no município de Aracruz, no estado do Espírito Santo com capacidade de 60.000 (sessenta mil) toneladas por ano.

Tal empreitada “está alinhada à estratégia da Suzano de avançar nos elos da cadeia, sempre com vantagem competitiva, como por exemplo no crescente mercado brasileiro de produtos sanitários.”

Acrescenta-se ao mencionado que grandes corporações como Renault, Audi, Ford e Mercado Livre vêm realizando investimentos estratégicos no país.

Enquanto a Renault revelou investimento de R$ 2 bilhões em fábrica no Paraná, a Ford contratou 500 engenheiros e o Mercado Livre aportou quase US$ 3,5 bilhões na nação.

A companhia de commodities SUZB3 define-se como um business em que “Nós plantamos e cultivamos árvores. Transformamos essa matéria-prima renovável em bioprodutos inovadores e sustentáveis que fazem parte do seu dia a dia.”

Sendo assim, “de insumos para indústrias dos mais diversos segmentos até produtos que fazem parte da rotina, estamos presentes na vida de mais de 2 bilhões de pessoas.”

Continue lendo