Conecte-se conosco

Notícias

Semana de decisão dos juros

Avatar photo

Publicado

em

Crédito no Brasil: juros e inadimplência em alta

Investidores estão de olho na decisão dos juros nesta semana.

Nesse sentido, na quarta-feira, dia 21 de setembro teremos a decisão do COPOM sobre a taxa SELIC a ser praticada no Brasil e, no mesmo dia, qual será a banda de juros nos EUA.

Adicionalmente, na quinta-feira, a Inglaterra também fará sua reunião de política monetária, com o objetivo de estabelecer a taxa de juros do país.

Leia em detalhes no Infomoney sobre as expectativas de cada país.

Semana de decisão da SELIC e juros nos EUA e Inglaterra: Expectativas para cada país:

Brasil

A expectativa do mercado é que a taxa SELIC permaneça em 13,25%. Apesar da fala dura de Roberto Campos Neto, que utilizará todos os meios necessários para conter a inflação, grande parte do mercado acredita que a taxa deve se manter em 13,25%, no entanto, este nível de juros altos irão se manter até que as altas dos preços sejam controladas.

EUA

Diferente do Brasil, o governo dos EUA atuou de forma tardia em sua política monetária e vêm sofrendo com as altas dos preços no país. Nesse sentido, o governo não tem alternativa a não ser aumentar os juros para frear a inflação local.

De acordo com o mercado, espera-se que o Banco Central Americano aumente as taxas de juros em 0,75 pontos percentuais. Além disso, de acordo com o banco de investimento UBS, a taxa terminal dos juros nos EUA devem ficar na banda entre 4% e 4,25% no fim de 2022.

Inglaterra

Seguindo o ritmo de alta dos EUA, a Inglaterra também deve subir sua taxa de juros, mas em uma menor escala. O consenso Refinitiv, média das projeções do mercado, aponta em uma alta de 50 pontos-base na reunião do BoE. Sendo assim, a taxa de juros no Reino Unido passaria a 2,25%.

Recessão Global

Conforme divulgado no Mercado Hoje, as altas de juros em diversos países tendem a desacelerar a economia global e, com isso, causar uma recessão global.

Leia mais aqui sobre os riscos de uma recessão global.

Continue lendo