Conecte-se conosco

Ações

Disney perde exclusividade sobre Mickey Mouse

Avatar photo

Publicado

em

A Disney (DISB34), multinacional estadunidense de mídia e conhecida por seus parques de diversão, vai perder exclusividade sobre o Mickey Mouse em 2024.

A princípio, as alterações dizem respeito ao 1º Mickey Mouse de 1928, que cairá em domínio público.

Disney, Mickey Mouse e Lei de Propriedade Intelectual

Ademais, observa-se que a Lei de Propriedade Intelectual (ou Direitos Autorais) dos Estados Unidos prevê que personagens e criações artísticos não sejam mais exclusivos após 95 anos de seu desenvolvimento.

Sendo assim, 2023 é o ano em questão para que isso ocorre com o rato mais famoso do mundo.

Nesse sentido, a The Walt Disney Company, a partir de 2024 não terá exclusividade sobre o Mickey e outros negócios vão poder fazer uso dele.

Entretanto, ressalta-se que tal utilização acontece sem restrições.

Ainda, menciona-se que personagens como o Ursinho Pooh também já está em domínio público.

Sobre os números da Disney, destaca-se que o resultado foi positivo no primeiro trimestre fiscal de 2022, e a companhia teve lucro bilionário.

De acordo com analistas, um dos pontos positivos foi o streaming da companhia.

Segundo reportado, os números do primeiro trimestre fiscal de 2022 são:

  • Lucro líquido: US$ 1,1 bilhão (no período semelhante ao ano anterior: U$$ 29 milhões)
  • Receita: U$$ 21,819 bilhões (34% acima, se comparado com o mesmo período de 2021)
  • Assinantes do streaming perto dos 200 milhões
  • Parques da Disney tiveram receita superior a U$$ 2 bilhões, contra prejuízo do mesmo trimestre de 2021

Abordando tal tema, o CEO da gigante do entretenimento, Bob Chapek, afirmou que o business teve um forte início de ano, com receita recorde e aumento robusto nas assinaturas de streaming.

Continue lendo