Conecte-se conosco

Ações

Stone aliena participação milionária no Banco Inter

Avatar photo

Publicado

em

A Stone (STOC31), fintech brasileira de meios de pagamentos, anunciou alienação de sua participação milionária no Banco Inter (BIDI11).

Nesse sentido, a companhia vendeu 21.5% dos quase 5% que detinham da instituição mineira. O valor é de aproximadamente R$ 176 milhões.

Stone e Banco Inter

A princípio, em 2021, o negócio da família Menin recebeu investimento de R$ 2,5 bilhões da Stone. O valor pago traduz-se em R$ 57,80 por ação unit. O preço do cash-out foi de R$ 19,35 pelo mesmo ativo, ou seja, prejuízo próximo de 65%.

Ademais, após o embolso, a verdinha passa a deter menos de 4% do laranjinha.

Além da Stone, a empresa bancária de Minas Gerais tem o Monstro do Leblon e a a gestora americana Black Rock como sócios e recentemente alcançou marca de quase 19 milhões de clientes.

O BIDI11 revelou em Abril ter 18,6 milhões de clientes, possuindo ainda alto índice de satisfação dos clientes (NPS de 83 pontos). Acrescenta-se a esse dado que tal número de clientes representam um aumento de 82% em comparação com o mesmo trimestre de 2021.

A respeito do “Monstro do Leblon”, explica-se que o fundo Ponta Sul, de Flávio Gondim (também conhecido como Monstro do Leblon) comprou mais ações do Banco Inter em 2022.

Continue lendo