Conecte-se conosco

Nacional

Dia Livre de Imposto acontece dia 02 de junho

Publicado

em

Nesta quinta-feira, dia 02 de junho, será realizado o dia livre de imposto em todo Brasil, manifestação nacional de iniciativa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). 

Produtos como gasolina, gás de cozinha, carne, chopp, medicamentos e vestuários serão vendidos com descontos em todo país, com o abatimento de tributos.

Pagamento de imposto e retorno para o bem-estar da população 

A carga tributária brasileira está entre as mais elevadas do mundo. O Brasil está na posição número 14 no ranking mundial de países que mais arrecadam impostos.

Contudo, quando é medido o índice de retorno para o bem-estar da população, o Brasil fica em trigésimo lugar, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). 

Ainda, de acordo com a IBPT, o brasileiro trabalha em média 5 meses ou 153 dias somente para pagar impostos.

Conscientização da carga tributária 

O objetivo da ação (dia livre de imposto) é protestar e conscientizar as pessoas da alta carga tributária incidente no Brasil, além de demonstrar ao público que os impostos correspondem a grande parte do preço dos produtos. 

A ação visa ainda aumentar o poder de compra das pessoas com os descontos gerados.

Apesar de ser pago normalmente pelas empresas, o valor dos impostos não será repassado ao consumidor final. Dessa forma, os descontos podem chegar a 70% do valor final do produto.

“Queremos mostrar para a população como as taxas são abusivas. O Dia Livre de Impostos cresce a cada ano e isso mostra a importância da ação para a conscientização de toda a sociedade a respeito da alta taxa tributária cobrada no Brasil”, afirma o presidente da CNDL, José César da Costa

Combustível: alta carga tributária

Importante destacar que os tributos incidentes na gasolina, ICMS, Cide, PIS/Cofins representam cerca de 36% de taxas que compõem o preço final do produto. 

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Minas Gerais (Minaspetro), Rafael Macedo, falou da importância da participação dos postos de combustíveis neste tipo de iniciativa: “Combustível, possivelmente, é o produto que mostra ao consumidor com mais clareza como a carga tributária é nociva no valor final da bomba”, destacou.

Produtos sem incidência tributária

Produtos como medicamentos, produtos de higiene e cosméticos também possuem carga tributária nociva ao consumidor. Nos medicamentos, por exemplo, 34% do valor praticado correspondem a taxas e impostos.  Ao adquirir um simples shampoo ou condicionador, o consumidor paga no preço final 37% só de impostos, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

A CNDL divulgou que em Belo Horizonte (MG), as ações ficarão concentradas nas ruas da cidade. Durante todo o dia, será possível comprar gás, gasolina e remédios mais baratos na capital mineira.

Continue lendo