Conecte-se conosco

Criptoativos

Criptoativos em queda, está na hora de comprar?

Publicado

em

Lei Bitcoin

Criptoativos em queda, especialistas dão suas opiniões, está na hora de comprar?

Com maior receio de investidores, consequências financenceiras dos locdowns impostos pela pândemia e situação complicada em relação aos ativos de riscos, o principal criptoativo – Bitcoin (BTC) se encontra em queda de quase 50% no ano de 2022.

A pergunta que os investidores dispostos a aplicar seus recursos neste tipo de ativos é: Está na hora de comprar?

Em primeiro lugar, é importante ressaltar um fundamento essencial do mercado, “quanto mais risco existe em um investimento, maior é o potencial de ganho”.

No entanto, existem diversas variáveis que podem causar perdas significativas no patrimônio de investidores se seguirem esta frase como garantia.

Por tanto, vamos falar de 3 informações importantes para você não cair na cilada de investir seu dinheiro em uma aplicação que pode gerar grandes perdas:

1- Entenda a natureza e o histórico de preços do investimento

Depois da grande valorização dos Bitcoins (e alguns criptoativos) em 2017/2018, muito aventureiros de primeira viagem dispenderam parcelas relevantes dos seus recursos para obterem ganhos acima do mercado.

Nesse sentido, após o primeiro pico dos BTCs, em dezembro de 2017, os ativos passaram de, aproximadamente, R$ 65.000 para R$ 15.000 em 12 meses.

Algumas das principais explicações para esta queda foram as questões regulatórias sobre criptomoedas e a grande força compradora, que ocorreu no primeiro pico de valor dos ativos (em 2017) e que logo depois cuminou em uma força vendedora maior ainda.

Na época havia grande expectativas sobre a tecologia (blockchain) por trás das Criptos, mas ainda era incerto sobre a usabilidade da moeda em termos práticos, dado a sua volatilidade.

Ainda assim, em Março de 2020, o BTC (que se encontrava em R$ 31.000) chegou a bater R$ 336.000 (mais de 1.000% de alta) um ano depois, quando o mundo estava passando por um dos piores momentos da pândemia.

Em contrapartida, após este topo, o BTC já esteve em R$ 175.000 em julho de 2021 e agora se encontra em R$ 138.552.

Em outras palavras, em grande parte, analistas do mercado recomendam que este tipo de investimento deve ser feito com uma parte menor do patrimônio do investidores (especialmente para investidores menos arrojados) e com uma visão de longo prazo.

2- Estude sobre o valor potencial que o investimento pode gerar para a sociedade e assim, poderá se valorizar

Não é susrpresa que grande parte dos Governos assim como principais bancos e investidores do mundo tiveram aversão aos criptoativos.

Por outro lado, podemos ver que este tipo moeda virtual está tomando cada vez mais espaço, não só como investimentos mas também como uma moeda de troca.

Nesse sentido, o investidor de Criptos está atento as notícias que circulam no mundo sobre tributação, regulação, mineração e usabilidade dos ativos.

Um dos exemplos recentes que vale destacar é a dificuldade de mineração do ativo (veja mais sobre mineração aqui).

Em suma, especialistas destacam a demora sobre minerar blocos de Bitcoins assim com os custos associados à esta operação.

3- Características das Criptomedas

Criptomoedas são ativos sofisticados e arriscados. Com isso, muitas pessoas ainda procuram formas otimizadas de investir nestes ativos.

Algumas gestoras especializadas já contribuem para facilitar o “operacional” de alocar recursos. No entanto, é importante ressaltar que o auxílio destas empresas não eliminam os riscos de aplicar recursos nesses investimentos.

Com Criptoativos em queda, está na hora de comprar?

Para muitos dos especialistas existe uma grande oportunidade de investir nas Criptos agora, devido á forte queda atual. No entanto, esse investimento deve ser feito de forma gradual, tendo em vista que a volatilidade é uma grande característica do investimento. Com isso, esta na hora de comprar Criptoativos?

Adicionalmente, muitos acreditam que o fundo do poço pode não ter chegado ao fim, ou seja, para investidores com apetite para entrarem nas Criptos devam estar preparados para volatilidades no curto/ médio prazo.

***Este texto não é uma recomendação de investimento, somente um texto informacional sobre Criptoativos**

Continue lendo