Conecte-se conosco

Bolsa de valores

Entenda a queda dos fundos DEVA11, HCTR11,TORD11 e VSLH11

Publicado

em

Queda de HCTR11, TORD11, VSLH11 e DEVA11

Um dominó de receio abateu alguns fundos imobiliários na abertura do mercado desta semana. Houve queda dos fundos HCTR11, DEVA11, TORD11 e VSLH11 nesta manhã, depois de anúncio de nova emissão do HCTR11. Os fundos possuem risco cruzado e, portanto, perderam recomendação de compra por alguns dos principais influenciadores do mercado imobiliário.

Com alto número de investidores, a oscilação chamou a atenção da B3, que acionou a gestão do fundo HCTR11 pedindo explicações:

“Em vista das últimas oscilações registradas com as cotas de emissão do fundo, o aumento do número de negócios e da quantidade negociada, conforme demonstrado abaixo, vimos solicitar que nos seja informado até 14/04/2022, se há algum fato do conhecimento dessa administradora que possam justificá-las.”, solicitou a B3.

Nova emissão do HCTR11

A nova emissão anunciada no dia 14/04, somada a notícia publicada pela Suno chamaram atenção do mercado para os riscos do ativo. Contabilizando com esta, são 13 emissões no último ano. Anteriormente isso era visto pelo mercado como uma estratégia arrojada de investimento, agora soa como má gestão e malabarismo fiscal.

Os dividendos do HCTR11, maior atrativo do fundo, somaram 17% no ano de 2021. Entretanto, o valor alto de dividendos só vêm sofrendo manutenção com muita queima de caixa. Nos últimos meses a gestora apresentou prejuízos de R$ 1,4 milhão, o que indica que está queimando dinheiro em caixa para manter repasses altos aos acionistas.

Esse movimento é pouco saudável aos olhos do mercado, e influenciadores e analistas CNPI como Marcos Baroni, Mira e Felipe Tadewald o criticam ou têm posição neutra.

Como isso afeta os fundos TORD11, VSLH11 e DEVA11?

Os fundos TORD11, VSLH11 e DEVA11 também apresentaram queda como resultado do desempenho. Isso ocorre como um efeito dominó, uma vez que há cruzamento de interesse entre os grupos econômicos que compõem esse ecossistema. Os fundos investem mutuamente entre si e nos mesmos ativos de risco, consequentemente fazendo com que o desempenho negativo de um reflita em expectativas negativas para os outros.

Percentual de queda dos ativos

Os ativos tiveram quedas de:

  • HCTR11: o ativo chegou a uma queda de 11%, começando o dia valendo R$ 104 e sendo negociado a R$ 94 pela manhã;
  • DEVA11: o ativou chegou a uma queda de 7%, indo de R$ 96,62 a R$ 90 pela manhã;
  • VSLH11: o ativou chegou a uma queda de 7%, indo de R$ 9,30 a R$ 8,47 pela manhã;
  • TORD11: o ativou chegou a uma queda de 5%, indo de R$ 8,96 a R$ 8,54 pela manhã.
Continue lendo