Conecte-se conosco

Bolsa de valores

CVM notifica Porto Seguro por divulgação indevida – empresa rebate

Publicado

em

CVM notifica Porto Seguro (PSSA3)

No final da tarde de ontem (22/03) a CVM notificou a Porto Seguro (PSSA3) por divulgação indevida de expectativas de mercado. A falta da empresa, no caso, seria por ter divulgado primeiro para os jornais, não comunicando fato relevante. A empresa se posicionou, afirmando que “a referida informação não deve ser considerada como projeção ou estimativa para a tomada de decisões de investimento”.

A notícia foi publicada na segunda-feira, às 5h, no portal Estado de S. Paulo e afirmava que os planos da companhia eram de:

(…) que a área de serviços represente 10% dos negócios até 2025. Para se ter ideia do tamanho do crescimento que será necessário, essa área representou 1,63% de toda a receita da companhia no ano passado, que foi de R$ 21,5 bilhões. Ou seja, em um cenário em que a receita da companhia se mantivesse no mesmo patamar, a área teria que aumentar mais de seis vezes.

André Jankavski, Estado de S. Paulo

A informação vou atestada pelo diretor de Relações com Investidor, Roberto de Souza, que esclareceu que este é factualmente um dos objetivos da empresa. No entanto, Souza também afirmou em resposta à CVM que a informação não dependia unicamente da empresa ou continha dados numéricos suficientes para constar como fato relevante.

“O possível crescimento da vertical de serviços nos próximos anos, por sua vez, constitui efetiva pretensão da administração neste momento, mas não se caracteriza como fato relevante por se tratar apenas de cenário a ser perseguido pela Companhia, cuja concretização dependerá de diversos fatores, inclusive externos”, informou ele.

Após a publicação da notícia as ações saltarem 5% na abertura do pregão do dia, saindo de R$ 19,89 para R$ 20,70. O movimento chamou a atenção de analistas, e o ativo valorizou mais 1,79% ainda hoje, encerrando o dia a R$ 20,45.

Continue lendo