Conecte-se conosco

Bolsa de valores

Honduras endurece contra mineração ilegal – Aura Minerais se manifesta

Publicado

em

Mineração em Honduras e operação de Aura ameaçadas

O governo de Honduras se manifestou nos últimos dias em relação às ações de mineração ilegal em território nacional. A medida visa controlar a mineração ilegal e o garimpo em diferentes distritos do país, impactando a empresa Aura 360 (BDR: AURA33). O Ministério de Energia, Recursos Naturais, Meio Ambiente e Minas do país emitiu comunicado proibindo qualquer ação de mineração a céu aberto.

Com a Mina de San Andres sendo uma importante fonte de extração de ouro, a Aura 360 viu seus papéis caírem 15% após o começo das operações. O estado hondurenho deixou claro em comunicado que irão interromper e apreender quaisquer operações que envolvam dragagem de rios – algo próximo do garimpo ilegal no Brasil.

Embora a reação do mercado tenha sido negativa, a empresa afirma que não é o caso da mina de San Andres. No entanto, a descoberta de um cemitério indígena chorti na região e interrupção das atividades sobressaltam investidores. A mina é responsável por 34% do faturamento da empresa, segundo informes recentes.

Resposta da Aura e mercado de mineração

No dia a empresa havia se manifestado reconhecendo as informações trazidas e informando que elas ainda seriam levadas em consideração. Hoje em fato relevante ao mercado a Aura (AURA33) informou que, após conversa com autoridades hondurenhas, observou não impacto da medida nas operações da mina de San Andres, uma vez que esta não realiza dragagem de rios.

As preocupações com ESG adotadas por países como Honduras fazem o mercado de mineração e empresas como a Aura precisarem de cuidados extras para lidar com o público.

Continue lendo