Mercado Hoje

Ibovespa fecha em alta após fala do presidente da Petrobras

Nesta segunda-feira, 27/09, o Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores brasileira, fechou em alta de 0,27%. O índice virou após fala do presidente da Petrobras sobre manter a política de preços dos combustíveis.

Além disso, os destaques positivos de segunda-feira ficaram por conta de Marfrig (MRFG3), BRF (BRFS3), e PetroRio (PRIO3). O destaque negativo ficou por conta de Meliuz (CASH3) que fechou em baixa de 5,18% e segue em seu forte rali.

Os índices americanos S&P500 e Nasdaq fecharam em baixa de 0,28% e 0,52% respectivamente, já o Dow Jones fechou em alta de 0,21%. Ainda mais, o presidente do banco central americano fará pronunciamento nesta terça, onde poderá comentar sobre a alta inflação mundial.

O dólar fechou em R$5,37, alta de 0,66% frente ao real, com o banco central brasileiro divulgando a oferta de contratos de swap cambial.

Mercados globais:

Hoje os mercados europeus amanhecem negativos com o EURO STOXX em queda de 1,56% às 09:00. Do mesmo modo, os mercados aguardam definições nas eleições da Alemanha.

Nos EUA, os mercados futuros operam negativos, com o DJIA em baixa de 0,28% e o índice NASDAQ em queda de 1,31%.

Na China, a bolsa de Shangai fechou em alta de 0,54%, com destaque para o setor imobiliário.

Sobre o COVID:

Mais de 233,1 milhões de vacinas foram aplicadas até o dia 27/09 no Brasil, com número médio de mortes acima de 500 e os números de novos casos em tendência de alta. Adicionalmente, 40,99% da população brasileira recebeu a segunda dose ou vacina de dose única.

Notícias importantes de hoje:

A Vale (VALE3) divulgou comunicado com informações sobre incidente que deixou 39 empregados presos no subsolo da Mina Totten em Sudbury, Ontário no Canadá. A mineradora diz manter comunicação com eles desde o ocorrido, e que não há relato de ferimentos, além de terem acesso a comida e água.

Foi aprovado pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), sem restrições, a compra da empresa de massas Santa Amália pela Camil (CAML3), por cerca de R$ 260 milhões.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.