Mercado Hoje

Ibovespa fecha negativo em preocupação com quebra de empresa chinesa

Nesta segunda-feira, 20/09, o Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores brasileira, fechou em queda de 2,33%, acompanhando os mercados globais na preocupação com a quebra da empresa chinesa Evergrande, especialista no setor imobiliário.

A crise mundial de 2008, ocorreu pela quebra do banco americano Lehman Brothers, que detinha muitos negócios no setor imobiliário e que causa temores aos mercados, caso aconteça novamente a quebra de um gigante do setor e criar uma nova crise.

Os destaques positivos de segunda-feira ficaram por conta de Copel (CPLE6), Sabesp (SBSP3), e CVC (CVCB3), com Braskem (BRKM5) sendo o destaque o negativo ao fechar em queda de 11,54%.

Os índices americanos Dow Jones, S&P500 e Nasdaq fecharam em baixa de 1,78%, 1,70 e 2,19% respectivamente, acompanhando os mercados globais de olho na economia chinesa.

O dólar fechou em R$5,33, alta de 0,85% frente ao real, ainda com impacto do minério de ferro e aversão global ao risco.

Mercados globais:

Hoje os mercados europeus amanhecem positivos com o EURO STOXX em alta de 1,26% às 09:00, após forte queda no pregão de segunda-feira.

Nos EUA, os mercados futuros operam em alta, com o DJIA positivo em 0,76% e o índice NASDAQ subindo 0,75%.

Na China, a bolsa de Shangai não abriu devido ao feriado chinês e com pronunciamento do presidente da Evergrande afirmando que a empresa irá cumprir com suas responsabilidades.

Sobre o COVID:

Mais de 223,2 milhões de vacinas foram aplicadas até o dia 20/09 no Brasil, com números médios de mortes e os números de novos casos em alta, devido a dados represados de alguns estados. Adicionalmente, 38,05% da população brasileira recebeu a segunda dose ou vacina de dose única.

Notícias importantes de hoje:

A Novonor informou à Braskem (BRKM5) que ainda não tomou uma decisão sobre a forma pela qual vai se desfazer de sua participação de controle na companhia, após a B3 e CVM pedirem esclarecimentos à petroquímica.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.