Mercado Hoje

Bolsa de valores cai com crise hídrica e alta da inflação no radar

Nesta quinta-feira, 26/08, o Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores brasileira, fechou em queda de 1,73%, com crise hídrica no radar dos investidores devido ao impacto na inflação que pode gerar a falta de chuvas no país.

Os destaques positivos de quinta-feira ficaram por conta de Banco Inter (BIDI11), Americanas (LAME4), e Americanas S.A (AMER3), com notícias do IPO do Nubank impulsionando as ações do banco Inter.

Os índices americanos Dow Jones, S&P500 e Nasdaq fecharam em queda de 0,54%, 0,58% e 0,64% respectivamente, com expectativa do mercado para o evento americano Jackson Hole, onde hoje o presidente do banco central americano (FED) vai apresentar estratégias para a economia americana.

O dólar fechou em R$5,25, alta de 0,87% frente ao real, com fortes tensões geopolíticas impactando o dólar após atentados acontecerem no Afeganistão.

Mercados globais:

Hoje os mercados europeus amanhecem negativos com o EURO STOXX em leve queda de 0,04% às 09:00, também a espera do evento americano de Jackson Hole.

Nos EUA, os mercados futuros operam positivos, com o DJIA em alta de 0,20% e o índice NASDAQ subindo 0,30%.

Na China, a bolsa de Shangai fechou em alta de 0,59%, com o banco central chinês injetando US$7,71 bilhões no mercado em operações de recompra de títulos.

Sobre o COVID:

Mais de 185,7 milhões de vacinas foram aplicadas até o dia 26/08 no Brasil, com números médios de mortes abaixo de 700 e de novos casos em queda. Adicionalmente, 27,7% da população brasileira recebeu a segunda dose ou vacina de dose única.

Notícias importantes de hoje:

A companhia Usiminas (USIM5) aprovou a distribuição de dividendos em cerca de R$829,9 milhões, totalizando R$ 0,64 por ação ON e R$ 0,71 por ação PN e mais R$ 448,6 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP).

A empresa Minerva Foods (BEEF3), divulgou que adquiriu duas empresas na Austrália, os frigoríficos Sharke Lake e Great Eastern Abattoir, que possuem especialidade em ovinos, reforçando sua expansão no mercado mundial.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.