Mercado Hoje

IPO, uma luz no fim do túnel para o Cruzeiro?

Nesta sexta-feira (23/07), foi divulgado na imprensa sobre o possível IPO (oferta pública inicial) do Cruzeiro Esporte Clube, após o empresário Régis Campos, dono da construtora Emccamp Residencial, anunciar acordo entre o clube e a corretora XP Investimentos, visando ser uma luz no fim do túnel para tirar o time da crise financeira.

O clube espera ser amparado pela lei 5.516/2019 (lei do clube empresa), aprovada no congresso nacional e aguardando apenas a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que já adiantou que deverá sancionar a lei em breve.

Mas para o Cruzeiro de fato se tornar uma S.A.F (Sociedade Anônima do Futebol), alguns pontos importantes devem ser atendidos, como ter o balanço auditado, transparência de contratos, etc.

Com isso o processo de abertura de capital na bolsa de valores, pode demorar até 3 anos para conclusão e formalização. Após a abertura de capital (IPO) o time mineiro poderá utilizar o capital levantado para sanar suas dívidas, além de poder contar com seus torcedores em seu quadro societário, podendo até participar dos lucros do clube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.