Mercado Hoje

Momento positivo: bolsa em alta e real valorizado

Bolsa brasileira bate os 120 mil pontos e real se destaca entre as moedas mais valorizadas do mundo

Real

Seguindo o otimismo interno nesta quarta-feira, dia 14/04, o mercado financeiro brasileiro teve um dia típico de “risk on”.

Os dias de “risk on” geralmente seguem 3 padrões:

  1. Alta do Ibovespa;
  2. Valorização do real;
  3. Queda nas taxas de juros futuras.

o Ibovespa chegou perto da marca de 121 mil pontos, mas cedeu no meio da tarde, encerrando a sessão em 120.295, alta de 0,84%.

Já nos EUA, os mercados fecharam em direções mistas, com quedas no S&P500 e NASDAQ, enquanto o Dow Jones fechou o dia em +0,16%.

Repercutido as falas do presidente do Banco Central Americano (FED), de manter os estímulos monetários e manutenção das taxas de juros até 2024, o dólar sofreu depreciação contra o real de 0,75%, fechando o dia em R$5,67.

No cenário de juros, todos os vértices da curva sofreram quedas, com destaque para os juros de 2027, com variação negativa de 8 pontos base, a 8,94%.

Apesar do forte otimismo no dia de ontem, investidores seguem receosos em relação ao Orçamento para 2021 e à CPI da COVID.

De acordo com a XP, o Ministério da Economia segue defendendo a necessidade da PEC para ter segurança jurídica com despesas extraordinárias com a pandemia. No entanto, resiste à ideia de criar exceções nas regras fiscais, para os R$18 bilhões em ações que pudessem mitigar os efeitos da crise, outro ponto que poderia ajudar o aperto no Orçamento.

Em relação à CPI da COVID, Rodrigo Pacheco instaurou inquérito parlamentar aumentando o âmbito das investigações de repasses aos estados e municípios. Com isso, por 10 votos a 1, o STF confirmou a instalação no Senado Federal.

No radar corporativo, iniciou ontem a divulgação de resultados dos grandes bancos americanos. Em geral, os resultados vieram fortemente acima do esperado.

Além disso, foi realizado o IPO da Coinbase ontem, na NASDAQ. A empresa, que é uma corretora de criptomoedas, já existe há 8 anos e vinha demonstrando seu interesse pela abertura de capital nos EUA.

No seu primeiro dia, as ações da corretora de criptos sofreram fortes oscilações, levando o preço da empresa de 100 bilhões de dólares a 86 bilhões de dólares durante a sessão. Seu fechamento foi de queda de 14%, o que não deixa de significar uma grande vitória para a empresa e para o setor onde ela atua.

Enquanto no Brasil a temporada de resultados inicia em, aproximadamente, 1 semana, há expectativas de que os resultados de empresas menos suscetíveis aos efeitos da crise tenham boas performances no primeiro trimestre de 2021.

Ainda no dia de ontem, o economista-chefe da XP, Fernando Genta, apresentou o estudo da XP Asset sobre o cronograma de vacinação contra o COVID no Brasil.

De acordo com o estudo, o Brasil irá vacinar toda população adulta até setembro de 2020.

No dia de hoje, bolsas americanas trabalham no terreno positivo, recuperando as perdas de ontem e digerindo os ótimos resultados vindos de grandes bancos.

Inclusive, hoje saem os resultados do Citi, Blackrock, Bank of America e outros.

Estes resultados podem mexer nos preços durante o dia.

Na Europa, o Euro Stoxx trabalha com 0,26% de alta, às 05:30 da manhã, horário de Brasília. Finalmente, importante ressaltar que temos uma forte resistência do Ibovespa na casa dos 121 mil pontos. De acordo com as análises da Eleven Financial, o primeiro alvo para esta tendência de alta é nos 121 mil pontos e para superar este patamar, será necessário algum gatilho de impulsão para o mercado, seja do setor político, econômico ou de saúde.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Mercado